PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Início da vacinação do público geral em Fortaleza é tranquilo neste domingo, 6

Conforme a Prefeitura, 7.700 homens e mulheres a partir dos 59 anos de idade devem ser vacinados neste domingo

Marcela Tosi
11:19 | 06/06/2021
Vacinação contra Covid-19 do público geral teve início em Fortaleza neste domingo, 6 de junho. (Foto: Thaís Mesquita/ O POVO)
Vacinação contra Covid-19 do público geral teve início em Fortaleza neste domingo, 6 de junho. (Foto: Thaís Mesquita/ O POVO)

Fortaleza inicia, neste domingo, 6, a vacinação da população em geral, fora dos grupos prioritários. A nova etapa da campanha acontece de forma escalonada por ordem decrescente idade a partir dos 59 anos. Na Arena Castelão, um dos pontos de aplicação das doses, o movimento é tranquilo e o atendimento ao público tem sido rápido.

Uma das primeiras vacinadas nesta manhã é Eliane Araújo, de 59 anos. "A sensação é muito boa", afirma. A mulher foi acompanhada do filho, Alisson de Maria, 30 anos, que é fisioterapeuta. "É algo que a gente estava ansiando por muito tempo. A situação do País está bem grave, né? A gente está dentro do hospital vendo a situação, vendo as pessoas irem à óbito por negligência de um governo negacionista e ver ela vacinada aqui agora é muito importante para mim, como profissional e como filho", celebra.

Clique na imagem para abrir a galeria
 

A aposentada Selma Vieira, também de 59 anos, é outra fortalezense que recebeu a primeira dose da vacina AstraZeneca nesta manhã. "A gente fica mais segura, né? Dá aquela certeza de continuar", afirma aliviada.

Clique na imagem para abrir a galeria

Conforme a Prefeitura, 7.700 homens e mulheres a partir dos 59 anos de idade devem ser vacinados neste domingo. Para acompanhar a vacinação, a Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza (Secultfor) criou a campanha VacinArte, um evento que promove apresentações artísticas em todos os pontos de vacinação contra Covid-19 da Capital. No Castelão, a apresentação foi da cantora Yara Caracas e do mágico Éflem. 

Mágico há mais 26 anos, Éflem comenta que a campanha é um alívio para a classe artística. "Isso está permitindo que a classe artística tenha a oportunidade de mostrar seu trabalho, já que fomos muito afetados [pela pandemia]", explica. 

Centro de Eventos

Já no Centro de Eventos, a maioria dos atendimentos deste domingo está destinada à continuidade da vacinação dos profissionais da Educação e à repescagem daqueles que perderam a data de aplicação da segunda dose de CoronaVac

No local, o fluxo de pessoas é mais intenso, mas segue os horários agendados. "A gente fica bastante ansioso para ter essa vacinação, naquela expectativa. Estou bem feliz que chegou o momento", conta Alan Roderick, 31 anos, profissional do Ensino Profissionalizante. Segundo ele, a vacinação "está bem organizada, sinalizada e tranquila".

Clique na imagem para abrir a galeria

Carla Vasconcelos, 32, também tomou a sua primeira dose por trabalhar na área administrativa em uma escola profissionalizante privada da Capital. "É uma vitória, uma grande gratidão", comemora.

O drive-thru registrou engarrafamento no inicio da manhã e a fila chegou a contornar os arredores do Centro de Eventos. Equipes da  Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) estiveram no local para orientar o trânsito. Conforme O POVO apurou no local, algumas pessoas entraram no estacionamento e tiveram de refazer o trajeto para pegar a fila do drive-thru, que se dá pela entrada Docas. 

Clique na imagem para abrir a galeria

 

Com informações da repórter Catalina Leite