PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

"Festa do beijo" na pandemia: influencer pede desculpas nas redes sociais

A aglomeração ocorreu em Juazeiro do Norte, na última sexta-feira, 21. O evento clandestino repercutiu negativamente nas redes sociais após uma influenciadora digital filmar e compartilhar sequência de beijos no rosto que recebeu

Gabriela Custódio
14:00 | 26/05/2021
A digital influencer Kawanne Nobre ganhou destaque por ter publicado vídeos em que recebe beijos no rosto de pelo menos 10 pessoas diferentes (Foto: Reprodução/Instagram)
A digital influencer Kawanne Nobre ganhou destaque por ter publicado vídeos em que recebe beijos no rosto de pelo menos 10 pessoas diferentes (Foto: Reprodução/Instagram)

Uma festa clandestina realizada na última sexta-feira, 21, em Juazeiro do Norte, repercutiu nas redes sociais ao longo dos últimos dias. Mais de 20 pessoas que estavam presentes no evento ilegal foram identificadas pela Delegacia Regional de Juazeiro do Norte. Uma delas, a digital influencer Kawanne Nobre, ganhou destaque por ter publicado vídeos em que recebe beijos no rosto de pelo menos 10 pessoas diferentes. Minutos antes de comparecer à delegacia do Cariri, ela pediu desculpas por meio de nota nas redes sociais.

Nos vídeos gravados na festa clandestina e publicados no perfil pessoal no Tik Tok — aplicativo para criação e compartilhamento de vídeos curtos —, é possível observar a aglomeração, com diversas pessoas sem máscara e ingerindo bebidas. Nas imagens, a mulher aborda cerca de 13 amigos e pergunta: "Beijo ou tapa?" a cada um deles. Em seguida, recebe, da maioria, beijo no rosto, um leve tapa e dois beijos na boca.

Após a repercussão negativa ela teria publicado outro vídeo, dessa vez no Instagram e restrito a quem estava listado como "melhores amigos". "(Para) meus amigos que estão preocupados comigo, tá tudo certo, viu, gente? Tô aqui tomando cerveja. Se der merda, deu; se não der, nós tamo aqui. Não tem o que fazer mais", disse. Kawanne também escreveu, em certo trecho da imagem: "Vó é juíza, ela resolve meus problemas".

Pedido de desculpas

Antes de comparecer à delegacia, a influencer teria publicado uma nota de retratação pública. No texto, que foi compartilhado pelo portal UOL, ela diz reconhecer que errou e que a falha cometida não justifica que os familiares dela sejam responsabilizadas. "Especialmente a minha avó, que na verdade é uma senhora comerciante aposentada", complementou. Segundo Kawanne, a afirmação de que sua avó era juíza e que, assim, não temia sofrer problemas com a Justiça "não passou de uma brincadeira".

"Reconheço que errei, pois nesse momento muitos familiares sofrem por seus entes queridos que perderam a vida ou lutam até mesmo por um leito de UTI. (...) Quero também pedir perdão publicamente a toda população por minha atitude desrespeitosa, estou muito arrependida. Quero também pedir as pessoas que não cometam erros similares, pois, somente seguindo os protocolos de segurança venceremos esse vírus", diz a nota.

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informou que segue realizando oitivas de pessoas identificadas. "A Delegacia Regional de Juazeiro do Norte identificou mais de 20 pessoas, que estão sendo intimadas para prestar esclarecimentos na unidade policial. Outras informações sobre o caso serão divulgadas em momento oportuno para não comprometer as investigações", diz a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em nota enviada pela assessoria de imprensa.

Confira a nota de retratação na íntegra:

Clique na imagem para abrir a galeria

A pandemia no Cariri

A superintendência do Cariri, que reúne 45 municípios a região, soma atualmente 120,7 mil casos confirmados de Covid-19 e 2.372 mortes pela doença. Destes índices, Juazeiro do Norte acumula 24.198 casos e 475 óbitos. As informações são disponibilizadas no IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

Em toda a região, 144 dos 148 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para adultos estavam ocupados segundo atualização feita na plataforma às 18h04min desta quarta-feira, 26. É o equivalente a uma ocupação de 97,3%. Ao contabilizar as vagas disponíveis e ocupadas em UTI infantil — 10 e 7, respectivamente — a ocupação em UTIs é de 95,5%.

Já em relação aos leitos de enfermaria, a taxa de ocupação geral é de 68,4%. Há, na região, 312 leitos ativos para adultos, e 220 deles (70,5%) estão ocupados. Para crianças, são 29 leitos ativos e 16 (55,1%) ocupados.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o telefone (88) 3102-1116 que é o telefone da Delegacia de Regional de Juazeiro do Norte. O sigilo e o anonimato são garantidos. (Colaborou Marília Freitas/Especial para O POVO)