PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Vacinação da terceira fase será escalonada também por tipo de comorbidade; confira lista

A terceira fase será dividida em dois momentos e será o tipo de comorbidade que vai definir a prioridade das aplicações

Júlia Duarte
14:42 | 04/05/2021
FORTALEZA, CE, BRASIL, 03.05.2021: Vacinação no centro de eventos. Idoso que foram aplicar a segunda dose da coronavac ainda enfretaram  chuva (Foto: Thais Mesquita/OPOVO) (Foto: Thais Mesquita)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 03.05.2021: Vacinação no centro de eventos. Idoso que foram aplicar a segunda dose da coronavac ainda enfretaram chuva (Foto: Thais Mesquita/OPOVO) (Foto: Thais Mesquita)

O Ceará poderá seguir nesta semana para o terceiro momento de vacinação contra a Covid-19, no qual estão incluídas grávidas, puérperas, pessoas com deficiência permanente e com comorbidade. Nesta terça-feira, 4, a Secretaria da Saúde estadual (Sesa) divulgou a estratégia de vacinação da próxima fase, a terceira do PNI, dividida em duas etapas, seguindo ordem de condições como o tipo de doenças crônicas e idade.

A pasta ressalta, entretanto, que isso só poderá ser feito com a finalização da vacinação dos grupos prioritários definidos nas fases anteriores e pactuados na Comissão Intergestora Bipartite (CIB) do Ceará. Todos os 184 municípios, segundo a Sesa, vêm ampliando a vacinação para cumprir as metas estabelecidas em função do Plano Estadual de Imunização (PNI) e de acordo com o quantitativo de doses disponibilizadas pelo Ministério da Saúde. 

LEIA MAIS: Nova etapa de vacinação, para pessoas com comorbidades, terá faixas de idade

Como decidido pela Comissão, a fase A vai vacinar proporcionalmente, dependendo das doses disponíveis, gestantes com comorbidades, pessoas com Síndrome de Down, pessoas com doença renal crônica em diálise - todos independente da idade (18 a 59 anos). Nesta primeira fase, estão inclusas também pessoas com comorbidades ou deficiência permanente de 55 a 59 anos, que devem estar cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou no Censo de Pessoa com Deficiência do Estado do Ceará, bem como no Saúde Digital Vacinação, a plataforma de cadastrado para imunização da Sesa.

Só então a vacinação deve ser ampliada e seguir para os demais grupo de comorbidades. A imunização vai ser escalonada por idade e tipo de comorbidades. A chamada fase B vai imunizar gestantes e puérperas independente de condições pré existentes e as pessoas com comorbidades e/ou deficiência permanente de 18 a 54 anos, em ordem decrescente.

Confira lista de prioridades da terceira fase de vacinação contra Covid-19 no Ceará
Confira lista de prioridades da terceira fase de vacinação contra Covid-19 no Ceará (Foto: Divulgação Sesa)

Para ser enquadrada nesse grupo e poder receber o imunizante, a pessoa deve apresentar atestado, prescrição ou relatório médico especificando a comorbidade que possui. A orientação da Sesa é que os usuários do Sistema Único de Saúde procurem a Unidade Básica de Saúde mais próxima ou seu médico assistente (seja da rede pública ou privada). Dois modelos de documentos foram disponibilizados para serem utilizados como referências.

LEIA MAIS: Veja modelos de atestado para comprovar comorbidade na 3ª fase de vacinação contra Covid

A listagem dos pacientes acompanhados nos ambulatórios do Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão (CIDH) e Hospital Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM) foi encaminhada para as Superintendências Regionais de Saúde para facilitar a validação com os respectivos municípios.

Vacinas 

 

17.550 doses da Pfizer chegaram ao Ceará no fim da tarde dessa segunda-feira, 3. O imunizante deverá ser disponibilizado como primeira dose para pessoas do grupo da 3ª fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19 em Fortaleza, cadastrados na plataforma Saúde Digital. Serão duas doses, com intervalo de 12 semanas entre a primeira e a segunda, conforme orientação do MS.

Como a logística de distribuição do imunizante é diferente, as doses serão aplicadas apenas na Capital. Isso acontecer porque o imunizante precisa ficar em temperaturas negativas para seu armazenamento entre -25ºC e -15ºC, podendo permanecer por até 14 dias nessas condições.