PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Camilo pede ao MS que professores e policiais sejam incluídos em grupo prioritário da vacinação

A solicitação foi anunciada nas redes sociais do gestor, na tarde desta terça-feira, 30, e realizada durante reunião da autoridade com secretários da Saúde e da Segurança Pública do Estado

Gabriela Almeida
18:01 | 30/03/2021
Camilo Santana, governador (Foto: Reprodução)
Camilo Santana, governador (Foto: Reprodução)

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), solicitou ao Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que profissionais da segurança e professores que atuam no Ceará sejam incluídos no grupo prioritário da campanha de vacinação contra a Covid-19. A solicitação foi anunciada nas redes sociais do gestor, na tarde desta terça-feira, 30, e realizada durante reunião da autoridade com secretários da Saúde e da Segurança Pública do Estado.

De acordo com o petista, a reunião foi realizada no intuito de discutir a inclusão dos profissionais que atuam na segurança pública do Estado, como policiais, no grupo prioritário da campanha. Em dado momento, o governador e os secretários ligaram para o ministro, fazendo a demanda.

"Solicitamos também ao ministro a inclusão dos professores, e tratamos das outras ações de enfrentamento à pandemia. O ministro mostrou-se sensível às demandas e disposto a nos ajudar nessa luta contra a Covid", afirmou ainda Camilo.

O Ministério da Saúde (MS) é quem realiza a divisão dos grupos prioritários na campanha de vacinação contra a Covid-19 no Brasil. A lista com os contemplados são distribuídas em quatro fases, onde até o momento não existe a inclusão de professores e profissionais da segurança pública.