PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

É falso vídeo que atribui filmagem a ‘teatro de Covid-19’ no Ceará

As cenas em questão não foram gravadas pelo governo estadual para representar um "caos" e não fazem parte de um "teatro". Na verdade, compõem um vídeo promocional gravado pelo Centro Médico Shamir, um hospital localizado em Israel

23:01 | 23/03/2021
Vídeo de gravação
Vídeo de gravação "teatro de Covid-19" é falso e foi originalmente filmado em Israel (Foto: Reprodução)

Circula pelo aplicativo WhatsApp vídeo que associa declarações do governador do Ceará, Camilo Santana (PT), sobre medidas de restrição a uma filmagem de cenário semelhante ao de Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Nas imagens, profissionais de saúde se movimentam pelo ambiente enquanto a legenda “Teatro de Covid-19” aparece na tela. Um narrador desconhecido sugere que a situação mostrada no vídeo é uma farsa. No entanto, o vídeo é falso, segundo apuração da Agência Lupa.

As cenas em questão não foram gravadas pelo governo estadual para representar um “caos” e não fazem parte de um “teatro”. Na verdade, compõem um vídeo promocional gravado pelo Centro Médico Shamir, um hospital localizado em Israel. É possível observar, no vídeo, que a língua hebraica está presente na fala dos cinegrafistas e no jalecos dos personagens. No canal do hospital no YouTube, é possível encontrar outro vídeo que mostra o mesmo cenário em ângulos diferentes.

Ainda, o governo do Ceará informou que as imagens não foram gravadas pela gestão e não ocorreram em nenhuma unidade hospitalar do Estado. A fala de Camilo no vídeo trata-se de medidas para apoiar a população cearense. “Camilo Santana usa o termo ‘esforço’ para anunciar as novas medidas em referência às dificuldades encontradas pelos estados para a manutenção da capacidade de investimentos e dos empregos em meio à pandemia e falta de apoio do auxílio emergencial do governo federal”, disse o governo do Ceará à agência.