PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Criminosos armados invadem posto de saúde e roubam vacinas contra a Covid-19 em Natal

Dois suspeitos foram presos pela Polícia Militar, mas um segue foragido. Imunizantes ainda não foram localizados

17:22 | 22/03/2021
Segundo relatos de testemunhas locais, o trio tentou roubar as vacinas pouco após a abertura da Unidade Básica de Saúde, por volta das 7 horas (Foto: Reprodução/Google Maps)
Segundo relatos de testemunhas locais, o trio tentou roubar as vacinas pouco após a abertura da Unidade Básica de Saúde, por volta das 7 horas (Foto: Reprodução/Google Maps)

Na manhã desta segunda-feira, 22, criminosos armados invadiram um posto de saúde na Vila de Ponta Negra, em Natal, no Rio Grande do Norte, e roubaram doses de vacinas contra a Covid-19. Ao todo, duas ampolas com 20 doses do imunizante foram levadas pelos criminosos. A Guarda Municipal e a direção da Unidade Básica de Saúde (UBS) confirmaram o caso. Os imunizantes ainda não foram localizados.

Dois homens foram presos pela Polícia Militar de Natal acusados de roubar as doses que seriam aplicadas em idosos de 75 anos ou mais na Unidade de Saúde. Além dos imunizantes, um celular de um dos profissionais de saúde que estava trabalhando no atendimento aos idosos foi roubado. A polícia ainda procura por pelo menos mais um suspeito.

LEIA TAMBÉM | Vinte doses de vacina contra a Covid-19 são furtadas de posto em Canindé

De acordo com o comandante da Guarda Municipal de Natal, Alberfran Grilo, os criminosos pegaram as doses e saíram em fuga num veículo de cor prata, em direção à Via Costeira. “Houve perseguição policial e dois foram presos. Um terceiro suspeito conseguiu fugir”, disse. 

Segundo relatos de testemunhas locais, o trio tentou roubar as vacinas pouco após a abertura da Unidade Básica de Saúde, por volta das 7 horas. Um veículo que chegou ao local foi abordado pelos criminosos, pois eles suspeitavam de que fosse um carregamento de vacinas contra a Covid-19, mas era uma carga de água sanitária. Os pacientes e os trabalhadores da Unidade desconfiaram da movimentação e acionaram a polícia. As informações são do portal G1.

Ainda segundo as testemunhas, no final da manhã, os criminosos voltaram ao local e invadiram a unidade armados, pegaram uma caixa térmica e foram até a sala de vacinação, onde pegaram duas ampolas disponíveis. “Queriam só vacina da Covid-19. Um deles estava com uma metralhadora", contou um morador do bairro, que não quis ser identificado.

LEIA TAMBÉM | Butantan entrega hoje mais 1 milhão de doses da CoronaVac ao Brasil

A diretora da Unidade de Saúde, Elvira Maranhão, conta que os assaltantes levaram duas ampolas, cada uma com 10 doses da CoronaVac, vacina produzida pelo Instituto Butantan, no Brasil. Ela ainda relata que tinha visto os criminosos mais cedo. “Eu já tinha avisado de manhã, à secretaria, que eles tinham vindo aqui cedo. Tentaram. Quando viram que a enfermeira não estava trazendo a vacina, estava trazendo água sanitária, foram embora. Eu disse: "Eles vão voltar". Pedi para a polícia vir'", acrescentou a diretora.

Conforme informações policiais, a dupla presa foi encaminhada para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Natal, e deverá passar por Audiência de Custódia nas próximas 24 horas. Um dos homens presos é condenado pela Justiça e usa tornozeleira eletrônica. A Polícia Civil investigará o caso.