PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

SP vacina pessoas em situação de rua acima de 60 anos; padre Júlio Lancelotti é vacinado

O padre disse que há mais de 2.200 moradores de rua nessa faixa etária. A vacinação dessa população começou na manhã desta sexta-feira

Domitila Andrade
21:44 | 12/02/2021
Padre Julio Lancelotti foi vacinado em São Paulo (Foto: Divulgação/Governo de São Paulo)
Padre Julio Lancelotti foi vacinado em São Paulo (Foto: Divulgação/Governo de São Paulo)

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou nesta sexta-feira, 12, a vacinação de pessoas em situação de rua com mais de 60 anos na Capital. Em coletiva à imprensa, Doria justificou a medida dizendo que essas são as pessoas mais vulneráveis. Presente ao evento, o padre Júlio Lancelotti, coordenador da Pastoral do Povo de Rua da Arquidiocese de São Paulo, foi vacinado.

"Agradeci a Deus, rezei por todos os cientistas, profissionais são saúde , pelos doentes , pelos mortos e pelos irmãos de rua", publicou depois nas redes sociais sobre o momento em que foi vacinado. O padre tem 72 anos e é do grupo prioritário pela atuação na pastoral junto aos mais vulneráveis. 

O padre disse que há mais de 2.200 moradores de rua nessa faixa etária. A vacinação dessa população começou na manhã desta sexta-feira.

Leia mais | Aos 86 anos, Renato Aragão é vacinado contra Covid-19

"Durante toda a manhã acompanhei os consultórios de rua. Além dos que estão vindo às UBSs, aos locais de vacinação, e também está tento uma busca ativa dessas pessoas. Vacinar os irmãos de rua é um sinal de humanização, de florir esperança nessa cidade", disse o padre, que foi chamado por Doria de "símbolo da luta contra a desigualdade e defensor dos direitos humanos".