PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Governadores solicitam reunião com entidades federais para definir plano de vacinação contra Covid-19

O pedido foi protocolado pelo líder do fórum dos governadores do Brasil e solicita a presença do Ministro da Saúde como forma de alinhar uma estratégia de imunização em nível estadual e nacional contra o novo coronavírus

Alan Magno
20:09 | 27/10/2020
Objetivo da audiência é alinhar as crenças do governo federal e dos estados e municípios diante das ações de vacinação que serão tomadas quando a primeira vacina contra o novo coronavírus for aprovada para uso (Foto: Bruno Kelly)
Objetivo da audiência é alinhar as crenças do governo federal e dos estados e municípios diante das ações de vacinação que serão tomadas quando a primeira vacina contra o novo coronavírus for aprovada para uso (Foto: Bruno Kelly)

O fórum dos governadores do Brasil protocolou um pedido de audiência com o Governo Federal como forma de encontrar um consenso para elaboração de um plano estratégico para vacinação contra Covid-19. A solicitação foi enviada na noite desta terça-feira, 27, pelo líder do fórum, Wellington Dias (PT), gestor administrativo do Piauí e endereçada aos presidentes da Câmara dos Deputados, do Senado Federal, e ao Ministério da Saúde. Os líderes da base do governo e da oposição também foram convidados para contribuir com a discussão.

O principal objetivo da audiência é alinhar as crenças do Governo Federal e dos estados diante das ações que serão tomadas quando ocorrer a liberação dos primeiros lotes da primeira vacina contra o novo coronavírus aprovada para uso. Segundo argumentação da solicitação da reunião, o foco é definir, com base no diálogo e consenso das partes, um padrão para as ações municipais, estaduais e federais com relação a estratégia de imunização a ser adotada no País.

O pedido dos governadores ocorre dias após, tanto o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, quando o presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido), pontuarem que a vacinação no Brasil não será obrigatória. A reunião é solicitada pelos governadores também em resposta às declarações de Bolsonaro sobre a total recusa do Governo Federal na compra dos protótipos da Coronavc, vacina que está sendo desenvolvida por meio da parceria entre o Instituto Butantan e a farmacêutica chinesa Sinovac, sendo uma das mais promissoras até o momento.

Assim, um dos propósitos da solicitação de audiência é também pressionar o Senado para que dê continuidade a votação do Projeto de Lei 4.023/2020, que define critérios para a distribuição e aplicação da futura vacina contra a Covid-19 e teve as discussões iniciadas no dia 20 de outubro, mas segue sem data para entrar em votação no plenário.

A articulação busca ainda garantir que uma vacina contra o novo coronavírus seja implementada no Plano Nacional de Imunização de 2021, já que a Coronavac, prevista para ser distribuída aos Brasileiros ainda no primeiro semestre do próximo ano após liberação sanitária, foi removida do plano em menos de 24h por Bolsonaro, por achismos e diferenças ideológicas com a China.

“A primeira vacina que tiver autorização científica, é a que devemos utilizar no Brasil”, defendeu Wellington, pontuando que a prioridade, para além de qualquer ideologia política, deve ser a “preocupação em salvar vidas em primeiro lugar”, conforme declarações nas redes sociais onde comenta sobre a solicitação da audiência.

O plano dos governadores é de que a partir do debate, ainda sem data definida, seja elaborado em conjunto a implementação de um comitê técnico que será responsável por gerenciar toda a estratégia de imunização contra Covid-19 no País. O ideal, segundo os governadores é que a reunião ocorra até o fim de novembro, de modo que esta comissão técnica seja instaurada e passe a atuar a partir do dia 30 do mesmo mês.

Em decorrência disso, o convite da reunião se estendeu para além dos gestores públicos, abarcando equipes técnicas, associadas a todas as instâncias de entidades governamentais, que já atuam em planos de contenção e enfrentamento da pandemia.