PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Morte do estilista Kenzo provoca onda de homenagens no Japão

Kenzo faleceu no domingo, em um hospital nos arredores de Paris

07:59 | 05/10/2020

Uma foto tirada em 30 de janeiro de 1994, em Paris, mostra o estilista japonês Kenzo (4thL) posando com modelos no final de sua coleção de roupas prontas para o outono-inverno de 1994 (Foto: AFP)
Uma foto tirada em 30 de janeiro de 1994, em Paris, mostra o estilista japonês Kenzo (4thL) posando com modelos no final de sua coleção de roupas prontas para o outono-inverno de 1994 (Foto: AFP)

Personalidades políticas, fashionistas e amigos do estilista japonês Kenzo prestaram-lhe várias homenagens em seu país natal, nesta segunda-feira, 5, um dia depois de sua morte aos 81 anos na França, em decorrência da Covid-19.

 

Kenzo faleceu no domingo, em um hospital nos arredores de Paris.

 

"É um momento muito triste (...). Queremos expressar nossas mais sinceras condolências pela morte de Kenzo Takada, embaixador da arte e da cultura do nosso país em todo mundo", declarou o porta-voz do governo, Katsunobu Kato.

 

No Twitter, a governadora de Tóquio, Yuriko Koike, manifestou seu "respeito por seu incrível talento".

 

Nos jornais locais, aparecem as declarações de Junko Koshino, uma amiga de Kenzo, com quem compartilhou nas décadas de 1950 e 1960 a mesma escola de moda em Tóquio. Ela disse "ainda não acreditar" em sua morte.

 

"Pedi a ele por favor se cuidasse. Que não saísse. E ele me disse 'não se preocupe'. Vou tomar cuidado com o vírus", contou a estilista.

 

A escola de moda Bunka Gakuen, de Tóquio, somou-se às homenagens, destacando que seu célebre ex-aluno foi fonte de inspiração para jovens talentos.

 

Sua morte também foi amplamente comentada por seus fãs nas redes sociais japonesas.

 

"Adorava suas estampas florais e seus perfumes. Obrigado por todas as coisas maravilhosas que você me ensinou. Maldito coronavírus", escreveu um usuário do Twitter.

 

"Estou em choque... Suas cores me inspiravam", disse outro internauta. "Odeio o coronavírus, ele roubou muitas coisas de mim", completou.

 

Kenzo Takada foi o primeiro estilista japonês a triunfar em Paris, cidade que tornou seu nome famoso e onde desenvolveu toda sua carreira.

 

Em plena Fashion Week de Paris, seu falecimento causou uma enxurrada de homenagens no mundo da moda.