PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Doria afirma que haverá vacina para todos em São Paulo até fevereiro de 2021

Ele contou que também já planeja um plano alternativo à vacinação, caso ela não seja incluída no Programa Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde

00:22 | 22/09/2020
O Governador do Estado de São Paulo, João Doria, durante coletiva de imprensa sobre o Coronavírus (Foto: Sergio Andrade / Fotos Públicas)
O Governador do Estado de São Paulo, João Doria, durante coletiva de imprensa sobre o Coronavírus (Foto: Sergio Andrade / Fotos Públicas)

O governador de São Paulo, João Doria, afirmou que, até fevereiro de 2021, haverá vacina contra Covid-19 suficiente para imunizar toda a população de São Paulo. Até dezembro, serão 46 milhões de doses. Ele acrescentou que é preciso finalizar a terceira etapa de testagem, esperando que tudo ocorra bem. As informações são do Portal CNN.

Ele contou que também já planeja um plano alternativo à vacinação, caso ela não seja incluída no Programa Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde. O Governo de São Paulo está aguardando o apoio financeiro do governo federal para acelerar a produção de CoronaVac e melhorar a estrutura de uma fábrica do Butantan.

Ele afirmou ao Portal CNN que tem certeza que o Ministério da Saúde não seguirá um caminho ideológico, partidário e eleitoral, afirmando ser um gesto condenável. O secretário da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, afirmou que 6 milhões de doses da vacina estarão no Brasil em outubro e reforçou, nesta segunda-feira, 21, a importância do apoio federal. Ele afirma que é necessário que as doses da vacina sejam disponibilizadas no Sistema Único de Saúde (SUS).

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >