PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Indonésia impõe novo confinamento parcial na capital

Prédios comerciais e estabelecimentos de setores não essenciais permanecerão fechados, assim como os locais de entretenimento e de culto mais importantes

07:46 | 10/09/2020
Funcionário de hospital desinfetando o interior de uma ambulância no hospital geral de Bogor em Bogor, Java Ocidental, na Indonésia  (Foto: AFP)
Funcionário de hospital desinfetando o interior de uma ambulância no hospital geral de Bogor em Bogor, Java Ocidental, na Indonésia (Foto: AFP)

Jacarta vai retomar o confinamento parcial a partir de segunda-feira, 14, anunciou o governo da capital da Indonésia, Anies Baswedan, que disse temer o "colapso" das infraestruturas de saúde ante a aceleração de casos de Covid-19.

 

"A administração de Jacarta decidiu usar o freio de emergência e voltar a aplicar medidas de restrição em grande escala", afirmou o governador da megalópole do sudeste asiático.

 

Prédios comerciais e estabelecimentos de setores não essenciais permanecerão fechados, assim como os locais de entretenimento e de culto mais importantes.

 

Os restaurantes e cafés serão autorizados apenas a vender para que os clientes retirem os produtos. Os transportes públicos circularão em serviço mínimo.

 

Jacarta entrou em confinamento parcial no início da epidemia na Indonésia. As medidas foram suprimidas há três meses.

 

Mas nas últimas semanas os números do novo coronavírus dispararam no país.

 

Sem as medidas de emergência, a capacidade máxima dos hospitais da capital alcançará o limite na próxima semana, advertiu o governador. "Depois, as infraestruturas de saúde de Jacarta entrarão em colapso", completou.

 

A capital indonésia registrou quase 50.000 casos de coronavírus, o que representa 25% do país, e mais de 1.300 mortes.

 

Os cientistas consideram, no entanto, que as estatísticas oficiais estão muito abaixo da realidade, porque o nível de testes de diagnóstico no país é um dos menores do mundo.