PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Quinze milhões de doses da vacina chinesa contra Covid-19 devem ser entregues até o fim de 2020 ao Instituto Butantan

A liberação para a aplicação da vacina, entretanto, depende dos resultados clínicos e da aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

11:25 | 12/08/2020
Vacina a partir de pesquisa da China com parceria com o Instituto Butantan (Foto: Davi Pina Barros / Divulgação)
Vacina a partir de pesquisa da China com parceria com o Instituto Butantan (Foto: Davi Pina Barros / Divulgação)

O Instituto Butantan, de São Paulo, deve receber 15 milhões de doses da vacinas contra Covid-19 ainda este ano. O diretor do instituto, Dimas Covas, explicou, em entrevista à Globo News, que o material está sendo produzido na China e vai ser enviado de forma fracionada a partir de outubro. Segundo ele, a previsão é que a vacina esteja disponível em janeiro de 2021.

"Eu tenho enfatizado que a vacina estará disponível aqui no Butantan já em outubro. Em outubro receberemos 5 milhões de doses, em novembro mais 5 milhões de doses e em dezembro, mais 5 milhões de doses", disse o diretor.

A liberação para a aplicação da vacina, entretanto, depende dos resultados clínicos e da aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). "Essa perspectiva de uso fica na exclusiva dependência dos resultados do estudo clinico", disse o diretor.

LEIA MAIS | Vacina de Oxford chega a quase 100% de eficácia com duas doses

"Guerra Fria" e pandemia: como a corrida pela vacina reacende rivalidade entre Rússia e EUA

O governo de São Paulo anunciou que a vacinação deve acontecer em 2021. "É uma perspectiva que tem uma enorme chance de acontecer e a partir de janeiro nós termos essa vacina disponível", disse Dimas Covas.

Além das doses já prontas, o instituto vai receber o material para inciar a própria produção das vacinas. A ideia é que até o primeiro semestre se tenha 60 milhões de doses.

Bolsonaro x governadores: quem vence a guerra política do coronavírus. Ouça o podcast

Listen to "Jogo Político" on Spreaker.