PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Camilo amplia horário de shoppings e salões de beleza; aulas seguem suspensas

Nova fase da reabertura econômica permite também volta do VLT de Sobral, ônibus de turismo e fretados com capacidade máxima, e retorno de mais jogos de futebol

Bemfica de Oliva
21:43 | 01/08/2020
Shopping centers agora podem funcionar de 12 às 22 horas, e salões de beleza das 9 às 20 horas (Foto: Barbara Moira)
Shopping centers agora podem funcionar de 12 às 22 horas, e salões de beleza das 9 às 20 horas (Foto: Barbara Moira)

Ampliando a reabertura da economia no Estado, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), emitiu novo decreto neste sábado, 1º. Entre as novidades estão o aumento no horário de funcionamento de shopping centers na Capital, que, agora, poderão abrir das 12h às 22 horas, e de salões de beleza, com atendimento permitido entre 9h e 20 horas.

Leia mais | Ceará se aproxima de 176 mil casos confirmados e chega a 7.698 mortes por coronavírus

Cariri avança para Fase 1 de retomada econômica, anuncia Camilo; veja a situação das outras regiões do Ceará

Apenas 70 cidades do Brasil ainda não tiveram casos de coronavírus

Está autorizado também o retorno de jogos de futebol do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil. No entanto, a presença de torcedores segue proibida.

A partir da quarta-feira, 5, o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) de Sobral voltará a operar em "conformidade com as medidas sanitárias estabelecidas", segundo o decreto. Ônibus de turismo e fretados passam a poder atuar com capacidade máxima, respeitadas as medidas de segurança sanitária.

Bares, cinemas e grandes eventos continuam sem previsão de retorno na Capital. Aulas presenciais em escolas e universidades também seguem suspensas, podendo retornar em setembro, a depender do avanço da pandemia.

Apesar das fases de reabertura econômica em diversas cidades do Estado, as medidas de isolamento social seguem no Ceará, conforme o Decreto n.° 33.519, de 19 de março de 2020. Em transmissão ao vivo neste sábado, 1º, o prefeito de Fortaleza, Roberto Claudio, reforçou as medidas de isolamento, afirmando que "a pandemia não acabou". "Até que haja a disponibilidade comercial em larga escala da vacina mundo inteiro, ou a imunidade da população ser alta o suficiente, vamos precisar convivendo com o risco do vírus. É essencial a responsabilidade dos nossos atos e nossas decisões”, alertou.

Confira o decreto completo aqui

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >