Participamos do

Equador supera 80.000 casos por coronavírus

O país, o segundo a relatar a presença do vírus na região depois do Brasil, alcançou 80.036 casos, somando 987 novos positivos nas últimas 24 horas
17:02 | Jul. 25, 2020
Autor AFP
Foto do autor
AFP Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Equador, um dos países latino-americanos mais atingidos pela pandemia, superou 80.000 casos de Covid-19 desde que registrou o primeiro teste positivo para o novo coronavírus em seu território em 29 de fevereiro, de acordo com o relatório oficial divulgado neste sábado.

O país, o segundo a relatar a presença do vírus na região depois do Brasil, alcançou 80.036 casos, somando 987 novos positivos nas últimas 24 horas, de acordo com o balanço diário da situação da Covid-19, que também apontou 5.507 mortes. A isso se somam 3.438 mortes prováveis devido ao vírus na contagem oficial.

Quanto às infecções, atualmente existem 457 por 100.000 habitantes no país andino, cerca de 17,5 milhões de habitantes.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O Equador, onde o novo coronavírus matou uma média de 40 pessoas por dia desde a primeira morte em 13 de março, registra uma taxa de 31 mortes por 100.000 habitantes.

O país ocupa o sexto lugar na região em número de mortes por Covid-19, sem considerar os casos suspeitos que o governo também registra, atrás de Brasil (85.238), México (42.645), Peru (17.843) e Chile (9.020) e Colômbia (7.975), de acordo com uma contagem da AFP.

 


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags