PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Nova Zelândia volta a registrar casos após 25 dias livre da doença

As pacientes são duas mulheres que chegaram ao país do Reino Unido para visitar um parente que estava morrendo

09:43 | 17/06/2020
Primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern  (Foto: Mark Mitchell / POOL / AFP)
Primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern (Foto: Mark Mitchell / POOL / AFP)

Dias após anunciar que não tem mais casos ativos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, a Nova Zelândia voltou a registrar dois casos na terça-feira, 16. As informações são dos jornais O Tempo e Jornal do Comércio.

As pacientes são duas mulheres que chegaram ao país do Reino Unido para visitar um parente que estava morrendo. As fronteiras estão fechadas para quem não é neozelandês, mas a dupla teve autorização de entrada e permissão de deixar a quarentena obrigatória para viajantes antes dos 14 dias estabelecidos por razões humanitárias.

A primeira-ministra, Jacinda Adern, disse que o governo vai analisar o que aconteceu, mas que ficou explícito que o monitoramento não foi adequado nesses casos. Jacinda afirmou que todas as pesosas que estão no mesmo estabelecimento de quarentena que as mulheres ou que tiveram qualquer chance de contato com elas estão passando por exames para detectar a doença.

Na segunda-feira, Ardern havia afirmado que não declarou o país livre do vírus porque teriam novos casos no futuro. No arquipélago do Pacífico Sul, onde vivem cinco milhões de pessoas, foram registrados até hoje 1.154 casos e 22 mortes por coronavírus.

O país passou sete semanas em isolamento e com fronteiras fechadas. Na semana passada, as autoridades suspenderam todas as restrições nacionais, como as medidas de distância de segurança e os limites às concentrações em vias públicas.  

LEIA TAMBÉM | Países liderados por mulheres se destacam no combate ao coronavírus