PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Criança transplantada de um ano e sete meses se recupera da Covid-19 no Ceará

No Estado, 762 crianças de até 4 anos já estão recuperadas da Covid-19. Anthony Ravi Carneiro é uma delas. Ele retornou para casa, em Limoeiro do Norte, na manhã deste sábado, 13

Lais Oliveira
21:42 | 13/06/2020
Anthony, de um ano e sete meses, recebeu alta na última sexta-feira, 12. (Foto: Divulgação/Sesa)
Anthony, de um ano e sete meses, recebeu alta na última sexta-feira, 12. (Foto: Divulgação/Sesa)

O pequeno Anthony Ravi Carneiro da Silva, de um ano e sete meses, é a definição de "milagre" para a mãe Maria Edilene da Costa Carneiro, 35. O menino, que fez um transplante de fígado há um ano, foi diagnosticado com Covid-19 no Hospital Infantil Albert Sabin, onde esteve internado por oito dias. A crianca recebeu alta ontem e retornou para casa, em Limoeiro do Norte, na manhã deste sábado, 13.

De acordo com dados da plataforma IntegraSUS atualizados às 10h54min de hoje, 13, Anthony é uma das 762 crianças de até 4 anos recuperadas da Covid-19 no Ceará. Na faixa etária entre 5 a 9 anos, outros 463 meninos e meninas também fazem parte das estatísticas de recuperação da doença no Estado. No total, foram contabilizados também 16 óbitos de crianças com essas idades.

Há duas semanas Anthony começou a ter uma febre que não passava, além de diarreia. Para a mãe, os sintomas não eram incomuns por causa do transplante pelo qual o filho passou quando tinha apenas sete meses de vida.

Porém, com a persistência dos sinais apesar da medicação, ela buscou atendimento no Hospital Infantil Albert Sabin na sexta-feira, 5, em Fortaleza, onde Anthony é acompanhado.

LEIA MAIS | Sintomas gastrointestinais podem ser os primeiros indícios de Covid-19 em crianças, sugere estudo 

No mesmo dia, veio o diagnóstico positivo para infecção pelo coronavírus. "Fiquei sem chão. Comecei a chorar porque, como ele é transplantado, tive muito medo. Ele exige muitos cuidados especiais", relata Edilene.

Segundo a dona de casa, os médicos identificaram que a criança já estava infectada há pelo menos uma semana, mesmo sem ter manifestado sintomas gripais. Assim, Anthony foi internado para observação.

A angústia de Edilene foi sendo aplacada conforme o filho melhorava. Depois de oito dias, ela comemora a recuperação do pequeno. "Foi uma felicidade em poder voltar para casa com meu filho depois de tantas lutas que ele já passou. Foi mais uma das vitórias do Anthony. Ele é um verdadeiro milagre", celebra.

A mãe de Anthony, Maria Edilene da Costa Carneiro, 35, comemora recuperação do filho.
A mãe de Anthony, Maria Edilene da Costa Carneiro, 35, comemora recuperação do filho. (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

Apesar do contato próximo com Anthony, Edilene não chegou a apresentar nenhum sintoma da Covid-19. Mesmo assim, ela pretende fazer o exame para descartar qualquer dúvida. Edilene tem mais dois filhos, de 17 e 12 anos, que fizeram o exame e testaram negativo para o coronavírus.

Transplante

 

Em 2019, Anthony foi submetido a um transplante de fígado no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). A viagem e cirurgia foram custeadas pelo Governo do Estado. Foram dez meses em São Paulo, entre preparação e recuperação pós-operatória.

Desde então, Edilene tem se dedicado integralmente ao filho, que precisa de atenção redobrada em relação à alimentação e higiene, por exemplo. "Ele pode pegar infecção com facilidade, mas tem uma vida normal", diz acrescentando que Anthony é uma criança cheia de energia.

 

LEIA MAIS | Febre, tosse e falta de ar são os sintomas mais comuns entre pacientes com Covid-19 no Ceará 

Entre os casos confirmados de Covid-19, estão 1.066 crianças de até 4 anos e outras 643 na faixa de 5 a 9 anos. Nas UTIs infantis do Ceará, a taxa de ocupação está em 57,14%, conforme informações atualizadas às 18h04min deste sábado no IntegraSUS. Nas enfermarias, a ocupação é de 35, 29%.

O Ceará chegou a 4.829 mortes e 76.429 casos confirmados do novo coronavírus. O último balanço aponta ainda que 55.489 pessoas já se recuperaram da doença no Estado.