PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Fiscalização do comércio continua em Fortaleza; Agefis pede colaboração

Desde o início da pandemia, 1.524 ações de dispersão de aglomerações foram realizadas

Ismia Kariny
14:55 | 09/06/2020
Movimentação no Centro de Fortaleza no primeiro dia da Fase 1 do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais no Ceará, com a liberação parcial de algumas atividades do comércio, incluindo os shoppings. (Foto: Júlio Caesar /O POVO) (Foto: JÚLIO CAESAR)
Movimentação no Centro de Fortaleza no primeiro dia da Fase 1 do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais no Ceará, com a liberação parcial de algumas atividades do comércio, incluindo os shoppings. (Foto: Júlio Caesar /O POVO) (Foto: JÚLIO CAESAR)

A Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) continua os trabalhos de fiscalização, nesta terça-feira, 9, segundo dia da primeira fase de reabertura do comércio. Os agentes atuam em pontos tradicionais de aglomeração na Capital, e intensificam os esforços para orientar e conscientizar a população neste período de flexibilização das atividades econômicas.

Durante a manhã, a equipe esteve em áreas centrais de Fortaleza, como a avenida Beira Mar, que na última segunda-feira foi uma das regiões que registrou grande quantidade de pessoas. No dia, a Agefis abordou cerca de 90 transeuntes, entre o Mercado dos Peixes e a Praia de Iracema. Após receber orientações e máscaras de tecidos, os grupos foram dispersados.

Ainda nesta tarde, a equipe deve seguir com as ações de ordenamento em filas de lojas, com distribuição de kits com máscaras de pano e panfletos educativos, também em shoppings de Fortaleza. De acordo com o gerente de Plantões e Atividades Especiais da Agefis, eginaldo Araújo, estar alinhado com a gerência dos shoppings é fundamental para que sejam mantidas as orientações sanitárias.

Leia também |  Em dia de reabertura, shoppings de Fortaleza registram aglomerações

Tire suas dúvidas sobre o novo decreto de reabertura da economia do Ceará

Em dia de reabertura do comércio de rua, Fortaleza registra 44 pontos de aglomeração

"Estamos conversando também com a gerência dos shoppings para que eles possam adotar medidas impostas pelo decreto, como a aferição da temperatura [dos clientes] na entrada dos shoppings ou percentual de pessoas que podem estar dentro dos estabelecimentos”, detalha Reginaldo Araújo.

O gerente explica que, desde o início da pandemia, 1.524 ações de dispersão de aglomerações foram realizadas. “Esse é um trabalho em conjunto. A gente pede que a população só saia de casa se for realmente necessário. E que se for precisar sair, que use máscaras, higienize sempre as mãos, e mantenha o distanciamento nas filas”, orienta.

Entre 8 de maio e 8 de junho, período de isolamento social, já foram realizadas 77 operações para o encerramento das feiras irregulares. Cerca de 2.500 pessoas são abordadas por dia no entorno de agências bancárias e lotéricas. A Agefis também faz a distribuição, diária, de 5.000 máscaras de tecido do projeto “Todos com Máscara”.

TAGS