Participamos do

Voluntários escrevem cartas com mensagens de empatia e amor para idosos do Lar Torres de Melo

A iniciativa da empresa EDP já contou com a participação de 43 voluntários, de São Paulo e do Espírito Santo, e produziu 66 cartas
14:04 | Jun. 05, 2020
Autor Lais Oliveira
Foto do autor
Lais Oliveira Estagiária do O POVO Online
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

 

Cartas escritas por voluntários têm levado mensagens de empatia e amor a cerca de 230 idosos acolhidos no Lar Torres de Melo, no bairro Jacarecanga, em Fortaleza. Todos os dias as cartas são lidas por meio do sistema de som do Lar. A iniciativa da empresa EDP, que atua em todos os segmentos do setor elétrico no Brasil, já contou com a participação de 43 voluntários, de São Paulo e do Espírito Santo, e produziu 66 cartas.

"Saiba que você é especial e merece todo amor, carinho e abraços, que serão dados quando tivermos a certeza de que não vamos prejudicar vocês", escreveu a analista governamental Patrícia Severiano Batista, 26, em sua carta direcionada aos idosos da instituição.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Residente em Diadema (SP), Patrícia relata que a experiência de enviar uma carta aos idosos a fez recordar dos avós, a quem ela deixou de ver por causa da pandemia. "Às vezes muitos idosos não entendem o que está acontecendo. Eles são um pouco teimosos e eu queria passar na carta uma mensagem de força, de paciência", relata.

Segundo Paulo Ramicelli, assessor de diretoria do Instituto EDP, a empresa já tem experiência com voluntariado e incentiva a prática entre os colaboradores. Assim, a pandemia trouxe a necessidade de pensar em uma ação que, mesmo diante das limitações impostas pelo distanciamento social, acolhesse ao máximo os idosos, um dos grupos mais afetados neste momento.

Ramicelli conta que os voluntários que escreveram as cartas tiveram retornos emocionantes e agradecimentos dos funcionários do Lar. "Nosso objetivo foi proporcionar a cada idoso um momento tranquilo, recheado de palavras positivas e de esperança por um mundo melhor pós-pandemia", diz.

Os voluntários iniciaram a campanha ainda em abril. As cartas são enviadas também aos profissionais de saúde da instituição e têm feito a diferença na rotina do local, conforme garante Adriana Lacerda, gerente social do Lar. "Fortalecer o pensamento positivo e saber que existiam pessoas que torciam e pensavam neles [idosos], mesmo à distância e sem conhecê-los, fez com que muitos se emocionassem. Mesmo sem poder demonstrar afeto com contato físico, as mensagens afagaram a alma", afirma.

De acordo com ela, as pessoas da comunidade externa que desejarem mandar alguma mensagem para os idosos também podem procurar as redes sociais da instituição.

Mudanças no dia a dia do Lar

Desde março, antes mesmo das primeiras confirmações de Covid-19 no Ceará, o Lar Torres de Melo já havia suspendido suas visitas e eventos externos. Um dia após os primeiros casos no Estado serem confirmados, o local comunicou aos idosos as mudanças que seriam adotadas na rotina para a segurança, como a interrupção total das visitas familiares.

LEIA TAMBÉM | Lar Torres de Melo pede doações de fraldas, EPIs e produtos de limpeza

Com seis mortes e 43 casos suspeitos, Lar Torres de Melo enfrenta pico da doença 

Segundo explica Adriana, a aceitação sobre essa mudança abrupta foi um processo de muito diálogo com os acolhidos pela instituição. Em um primeiro momento, foi informado que era uma decisão gerencial para garantir a segurança de todos. A seguir foi conversado, cuidadosamente, que se tratava de uma medida de proteção.

"Como as pessoas são diferentes, uns aceitaram imediatamente, outros foram compreendendo ao longo do tempo. Atualmente, todos compreendem que era a única coisa a fazer para protegê-los e preservar sua saúde e sua vida", enfatiza a gerente social.

Além disso, as medidas de higienização foram reforçadas no Lar, com higienização das mãos, uso de máscaras e distanciamento em espaços coletivos.

Como enviar cartas aos idosos do Lar Torres de Melo:

Entre em contato com a instituição por meio das mídias sociais e deixe sua mensagem, que será lida pelos funcionários.

Facebook: Lar Torres de Melo 
Instagram: @lartorresdemelo 

Colaborou Luana Façanha



Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags