PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Cozinha comunitária oferece mil refeições por dia a crianças e adolescentes

A ideia de criação da cozinha surgiu após um período de entrega de "quentinhas" com alimentos para as crianças e adolescentes da comunidade Vicente Pinzón

Gabriel Lopes
21:17 | 03/06/2020
FORTALEZA, CE, BRASIL, 03.06.2020: Instituto Povos do Mar - IPOM inaugurou cozinha solidária que entrega quentinhas para 1000 crianças e adolescentes atendidos pelo Instituto. Esse trabalho estpa sendo feito desde o dia 25 de maio para ser uma ação no compbate da pandemia de coronavírus. A cozinha realiza a entrega de quentinhas no horário do almoço e final da tarde.  (Foto: Júlio Caesar / O POVO) (Foto: JÚLIO CAESAR)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 03.06.2020: Instituto Povos do Mar - IPOM inaugurou cozinha solidária que entrega quentinhas para 1000 crianças e adolescentes atendidos pelo Instituto. Esse trabalho estpa sendo feito desde o dia 25 de maio para ser uma ação no compbate da pandemia de coronavírus. A cozinha realiza a entrega de quentinhas no horário do almoço e final da tarde. (Foto: Júlio Caesar / O POVO) (Foto: JÚLIO CAESAR)

Para ampliar o suporte às pessoas com maior necessidade, que tiveram seus problemas agravados por causa da pandemia do novo coronavírus, o Instituto Povo do Mar (IPom) inaugurou uma cozinha comunitária. A estrutura funciona desde o dia 25 de maio e oferece mil refeições diariamente para 500 crianças e adolescentes atendidas pelo Instituto. A cozinha funciona na Surf House do Ipom, na Praia do Futuro.

A ideia de criação da cozinha surgiu após um período de entrega de “quentinhas” com alimentos para as crianças e adolescentes da comunidade Vicente Pinzón. Com o fim desse projeto, o Instituto sentiu a necessidade de continuar com o auxílio e, com apoio de empresas, construiu a cozinha comunitária.

Para cumprir devidamente o isolamento social, a cozinha é adaptada. Somente quatro funcionários preparam a comida, com o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs). O local também é constantemente higienizado. Na distribuição, os responsáveis também tomam todas as precauções recomendadas pelas autoridades de saúde e deixam os alimentos nas casas dos beneficiados.

“As comunidades auxiliadas possuem os maiores números de casos de Covid-19 em Fortaleza. Todos eles estão sofrendo diretamente com a ação da pandemia nas famílias, muitas vezes com a perda de familiares, algo que causa abalo emocional. Poder fornecer diariamente alimentos faz com que eles possam ser acolhidos, é um olhar de afeto. É muito mais que fornecer um prato, é um ato de permanecer junto. Fortalecer vínculos. Está sendo fundamental”, defende Fabrini Andrade, 45, coordenadora do Ipom.

Durante a pandemia da Covid-19, o Ipom também vem promovendo o acesso à alimentação e a kits de higiene para as comunidades costeiras. A ONG incentiva a conscientização da população durante o período de isolamento social.

O Instituto Povo do Mar é uma organização sem fins lucrativos criada em 2010 por quatro amigos surfistas, frequentadores da praia do Titanzinho, em Fortaleza. Hoje, o Ipom funciona na Praia do Futuro e atende cerca de 500 crianças e adolescentes do Grande Vicente Pinzón. São oferecidas várias atividades sociais e esportivas com o objetivo de promover a paz social, favorecendo o resgate da cidadania e a ampliação dos horizontes. Desde 2018, jovens também passaram a participar de cursos profissionalizantes. Para 2020, está prevista a inauguração de mais um núcleo da ONG, dessa vez, no bairro José Walter.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >

Para doar:

Caixa Econômica Federal

Agência 1560Op 003C.C 1701-1

Instituto Povo do Mar - CNPJ: 12.621.205 /0001-73

Vakinha online: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/amor-que-transforma-vidas

*Também é possível contribuir com a campanha Amor que Transforma Vidas por meio do iFood. Para isso, basta inserir ‘IPOM’ no campo de busca, escolher entre os itens que estão disponíveis e depois finalizar a compra.