PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Restrições à circulação de pessoas continuam no Ceará

Secretário da Saúde pontuou que isolamento social não será reduzido, mesmo com retorno de algumas atividades

Bemfica de Oliva
21:10 | 28/05/2020
Secretário da Saúde diz que regras de isolamento social permanecem como estão, mesmo com a reabertura de alguns setores da economia (Foto: FCO FONTENELE)
Secretário da Saúde diz que regras de isolamento social permanecem como estão, mesmo com a reabertura de alguns setores da economia (Foto: FCO FONTENELE)

A circulação de pessoas segue restrita no Estado, segundo reafirmou o secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, em coletiva realizada na noite desta quinta-feira, 28. O médico explicou que, embora alguns ramos de comércio e indústria passem por reabertura gradual a a partir de segunda-feira, 1º de junho, as medidas de isolamento social permanecem em vigor.

Segundo Cabeto as ações serão "menos restritivas" em alguns aspectos, como nos estabelecimentos autorizados a funcionar. Permanecem vigorando, no entanto, "as proibições de ocupação de espaços públicos e de aglomerações".

O secretário pontuou também que é preciso compreensão de que a reabertura gradual não significa uma permissão imediata para sair às ruas. "É muito importante a população compreender, as empresas entenderem, que esse não é um esforço só do estado. Esse é um esforço do cidadão, do trabalhador e das empresas", disse ele, sobre a manutenção das medidas contra o coronavírus.

Nesta quinta-feira, o governador Camilo Santana (PT) anunciou transição para reabertura das atividades econômicas, a partir de segunda-feira, 1º. O decreto de isolamento social será prorrogado, mas o isolamento rígido, o chamado lockdown, será encerrado. No comércio, será autorizada na transição a abertura de lojas ligadas a material de construção, com horários de abertura determinados. Na construção civil, serão autorizadas obras com máximo de 100 operários, com até 31% de retomada.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >