PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Onda de calor pode aumentar riscos da Covid-19 em alguns países, afirma OMM

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) pediu aos governos que desenvolvam planos para garantir a segurança de suas populações, quando os termômetros atingirem altas temperaturas

12:12 | 26/05/2020

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) alertou nesta terça-feira (26) que a pandemia de Covid-19 aumenta os riscos para a saúde, devido à onda de calor, em um verão em que se esperam recordes de temperatura no hemisfério norte.

Esta agência especializada das Nações Unidas pediu aos governos que desenvolvam planos para garantir a segurança de suas populações, quando os termômetros atingirem altas temperaturas.

O verão que se aproxima no hemisfério norte registrará recordes de temperatura, advertiu a porta-voz da OMM, Clare Nullis Kapp, em uma entrevista coletiva virtual em Genebra.

"Estamos vivendo um dos anos mais quentes já registrados", afirmou.

E "para muitos, a Covid-19 aumenta os riscos à saúde relacionados com o calor", lembrou, ressaltando que a pandemia dificulta a gestão das ondas de calor.

A OMM se associou a outras organizações para fazer um apelo à comunidade internacional sobre a necessidade de se preparar para garantir a segurança das pessoas em caso de altas temperaturas, apesar da pandemia.

Trata-se de "alertar as autoridades políticas para tentar ajudá-las a administrar o duplo desafio do calor e da Covid-19", afirmou a porta-voz.

Embora se refrescar em um espaço público climatizado possa parecer uma boa ideia para aguentar o calor, isso vai contra as recomendações em matéria de saúde pública sobre a pandemia.