Participamos do

Lockdown em Fortaleza: 2.123 ocorrências de descumprimento de isolamento foram atendidas

Foram ainda 112 mil veículos e 222 mil pessoas abordados entre as 17 horas de 8 de maio e as 8 horas da manhã desta sexta-feira, 22
22:38 | Mai. 22, 2020
Autor Alan Magno
Foto do autor
Alan Magno Estagiário de jornalismo
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Passados 15 dias desde a implementação de medidas de isolamento mais rígidas em Fortaleza, os pontos de fiscalização abordaram 112 mil veículos e pouco mais de 222 mil pessoas trafegando a pé. Quanto às ocorrências registradas por descumprimento das medidas foram 2.123 casos denunciados pelo canal 190. Ao todo, 64 pessoas foram autuadas e encaminhadas para delegacia. Dados se referem ao período de 17 horas de 8 de maio até as 8 horas da manhã desta sexta-feira, 22.

No que diz respeito às denúncias foram 1.366 por aglomeração de pessoas; 622 por comércios abertos e 135 casos de descumprimento ao uso de proteção individual (máscara). O registro é considerado positivo pelo secretário de segurança do Ceará, André Costa, mas ele destacou que ainda há espaço para crescimento. “Infelizmente para gente melhorar, dependemos de uma maior conscientização das pessoas”, pontuou.

Faltando dez dias para encerramento da prorrogação do decreto de lockdown, as medidas de fiscalização irão se concentrar em bairros que apresentam baixos índices de isolamento, recorrências denúncias de violação do decreto e grandes números de casos e óbitos da infecção por coronavírus.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

As 744 unidades de fiscalização fixas receberão reforços de policiais motorizados que irão patrulhar os as áreas escolhidas. As equipes irão concentrar as buscas por comércios que se mantém abertos e em espaços públicos de convivência, como praças, quadras e calçadões. Barreiras nas entradas e saídas da Capital também terão fiscalização intensificada.

De acordo com o secretário, as equipes têm enfrentado resistência por parte da população, principalmente na periferia. “As pessoas recebem orientações, vão para casa, mas logo em seguida voltam a se aglomerar, sair sem justificativa”, destacou André. Nos casos recorrentes, a medida adotada será o encaminhamento para delegacia, reforçou.

André se disse impressionado com o número de pessoas com recorrentes violações do decreto e destacou a carreata contra o isolamento que resultou na autuação de 25 pessoas como um exemplo marcante.

(Com informações de Domitila Andrade)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags