PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Ceará recebe mais de 380 mil itens para combate à Covid-19 da iniciativa Todos pela Saúde

A iniciativa já adquiriu 90 milhões de EPIs, 20 milhões de máscaras de pano e instalou gabinetes de crise em todo o Brasil

13:57 | 13/05/2020
Todos os estados brasileiros já foram beneficiados de alguma maneira pelo Todos pela Saúde. No dia 23 de abril, por exemplo, o projeto enviou para o Amazonas 322 mil máscaras.  (Foto: Divulgação/Todos pela Saúde)
Todos os estados brasileiros já foram beneficiados de alguma maneira pelo Todos pela Saúde. No dia 23 de abril, por exemplo, o projeto enviou para o Amazonas 322 mil máscaras. (Foto: Divulgação/Todos pela Saúde)

Em um mês de atuação, o Todos pela Saúde doou 90 milhões de equipamentos de proteção individual (EPIs), 20 milhões de máscaras de pano e instalou gabinetes de crise em todo o Brasil. Desses, 384,3 mil itens foram destinados ao sistema público de saúde do Ceará: 300 mil máscaras cirúrgicas, 65 mil pares de luvas, 14 mil máscaras N95, 4 mil óculos, 1,3 mil aventais e 900 litros de álcool em gel.

De acordo com a nota da iniciativa, os secretários de Saúde dos estados brasileiros apontaram a necessidade de EPIs como a mais urgente no combate à Covid-19, em reunião no dia 19 de abril com o Todos pela Saúde.

Além dos equipamentos de proteção, a organização também instalou gabinetes de crise nos 27 estados e no Distrito Federal. Ainda, encomendaram 20 milhões de máscaras de pano, das quais 5 milhões foram destinadas para a população em geral, idosos residentes em asilos e presidiários.

Leia também | Sesa deve elaborar cronograma para fornecer EPIs a instituições de idosos, recomenda MPCE

Fortaleza recebe sete toneladas de EPIs para profissionais da saúde

Por limitação de EPIs, hospital veterinário da Uece suspende atividades por tempo indeterminado

A iniciativa foi lançada em abril a partir da doação de R$ 1 bilhão do Itaú Unibanco e tem desenvolvido campanhas de estímulo ao uso de máscaras pela sociedade. Esses recursos são administrados por um grupo de especialistas liderado pelo médico Paulo Chapchap, doutor em clínica cirúrgica pela Universidade de São Paulo (USP) e diretor-geral do Hospital Sírio Libanês. Na equipe que define as ações a serem financiadas, está também o médico Drauzio Varella.

Outros especialistas envolvidos no projeto são o ex-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Gonzalo Vecina Neto, o ex-diretor-presidente da Agência Nacional de Saúde (ANS) Maurício Ceschin, o consultor do Conselho dos Secretários de Saúde (Conass) Eugênio Vilaça Mendes, o presidente do Hospital Albert Einstein, Sidney Klajner, e o presidente do Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), instituição ligada à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Pedro Barbosa.

Doações

Além do R$ 1 bilhão doado pelo Itaú Unibanco, o Todos pela Saúde também aceita doações de pessoas físicas e empresas. Para doar, basta acessar o site da iniciativa e seguir as instruções. No momento da doação, a entidade que aparecerá como beneficiada será a Fundação Itaú para a Educação e Cultura.

Isso acontece porque o Todos pela Saúde é uma iniciativa criada no âmbito da Fundação Itaú para a Educação e Cultura. O projeto reforça que todos os recursos doados irão compor a iniciativa de combate à Covid-19 e serão utilizados em ações selecionadas pelo grupo de especialistas liderados pelo doutor Paulo Chapchap.