PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Barcelona reabre as praias para a prática de esportes

Submetidos desde meados de março a um confinamento severo, os 47 milhões de espanhóis experimentam desde o fim de abril uma flexibilização das medidas

09:03 | 08/05/2020
Em alguns locais, as crianças já podem sair para se divertir, mas esse novo sintoma tem preocupado os especialistas (Foto:  Jose Jordan/AFP)
Em alguns locais, as crianças já podem sair para se divertir, mas esse novo sintoma tem preocupado os especialistas (Foto: Jose Jordan/AFP)

A prefeitura de Barcelona reabriu nesta sexta-feira, 8, as praias, fechadas desde meados de março pelo confinamento na Espanha, para permitir que os cidadãos pratiquem esportes nos horários autorizados.

Em um dia de céu claro, com temperaturas próximas aos 20 graus, dezenas de moradores de Barcelona seguiram para as praias da cidade para correr, nadar ou praticar outros esportes, como o o "paddle surf" ou o mergulho.

"É para a prática de esportes individuais. Você não pode passear, sentar ou deitar, nem fazer um piquenique", alertou o vereador Eloi Badia.

Na popular praia de Barceloneta, alguns infringiam levemente as regras estabelecidas, como um jovem que aproveitou o nascer do sol para praticar meditação na areia.

A chegada da polícia provocou a saída das poucas pessoas que não cumpriam as regras.

As praias, que estão entre os locais mais apreciados na cidade por moradores e turistas, podem ser frequentadas apenas entre 6H00 e 10H00, a faixa de horário da manhã na qual o governo espanhol autoriza a prática de esportes.

Outras cidades como San Sebastián (norte) e Valencia (leste) também abriram as praias, mas apenas para a prática de esportes.

Submetidos desde meados de março a um confinamento severo, os 47 milhões de espanhóis experimentam desde o fim de abril uma flexibilização das medidas.

Em um primeiro momento, as crianças foram autorizadas a sair de casa e brincar em uma faixa de horário e, desde a semana passada, os adultos podem praticar esporte individual ou passear com uma pessoa.

A Espanha, um dos países mais afetados pelo coronavírus com mais de 26.000 vítimas fatais, organiza um desconfinamento em quatro fases que deve prosseguir até o fim de junho.

Apenas na última fase o governo prevê a abertura geral das praias, embora o país ainda esteja debatendo em que condições isto deve acontecer para evitar aglomerações que estimulem a propagação do vírus.