PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Rússia supera 1.000 mortes e mais de 100.000 casos do novo coronavírus

Depois de fechar as fronteiras terrestres com a China, a Rússia constatou durante várias semanas poucos casos, enquanto a epidemia avançava com força na Europa ocidental

08:17 | 30/04/2020
Russia começou a testar vacina contra o coronavírus  (Foto: JOHN MOORE / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP)
Russia começou a testar vacina contra o coronavírus (Foto: JOHN MOORE / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP)

A Rússia superou a barreira de 1.000 mortes, com mais de 100.000 casos de contágio confirmados de coronavírus, de acordo com o balanço divulgado nesta quinta-feira pelas autoridades do país.

O site de informações do governo sobre o vírus menciona 1.073 mortes e 106.498 pessoas infectadas, em sua maioria em Moscou e em São Petersburgo, a segunda maior cidade do país.

O país registrou 7.099 casos nas últimas 24 horas. O número de pessoas curadas alcança 11.619 desde o início da epidemia na Rússia.

Depois de fechar as fronteiras terrestres com a China, a Rússia constatou durante várias semanas poucos casos, enquanto a epidemia avançava com força na Europa ocidental.

Mas a partir de meados de março, os contágios começaram a aumentar e o presidente russo Vladimir Putin anunciou um período de licença remunerada em abril, que foi prolongado até 11 de maio, para estimular a população a permanecer em casa.

O início da flexibilização do confinamento está previsto para 12 de maio.


Acesse a cobertura completa do Coronavírus >