PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Camilo anuncia a compra de mais 50 respiradores; leitos de UTI para Covid-19 já passam de 400

O Governo do Ceará tenta ainda, em articulação com o Ministério da Saúde, a liberação de mais 50 aparelhos já comprados, com o objetivo de aumentar o número de leitos UTI

Matheus Facundo
20:46 | 28/04/2020
FORTALEZA, CE, BRASIL, 25.04.2020: A unidade de saúde foi adquirida pelo Governo do Estado exclusivamente para atendimento de pacientes com o novo coronavírus  (Foto: FÁBIO LIMA)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 25.04.2020: A unidade de saúde foi adquirida pelo Governo do Estado exclusivamente para atendimento de pacientes com o novo coronavírus (Foto: FÁBIO LIMA)

Mais 50 respiradores para a montagem de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) no tratamento de pacientes com coronavírus no Ceará foram comprados pelo Governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, nesta terça-feira, 28. Anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana (PT) por meio de live no Facebook.

Em redes sociais, o chefe do Executivo Estadual afirmou que mais de 400 UTIs exclusivas para pacientes com Covid-19, além de 600 enfermarias, já foram abertas e estão ativas no Ceará. Camilo tenta ainda, em articulação com o Ministério da Saúde, a liberação de mais 50 aparelhos já comprados, com o objetivo de aumentar o número de leitos UTI.

"Hoje conversei com o ministro da Saúde tenho solicitado a ele apoio na liberação de respiradores pro Estado do Ceará porque a demanda tem aumentado cada vez mais para que a gente possa garantir todas as alternativas", pondera Camilo. O governador reiterou que a viabilização destes equipamentos ainda é o grande entrave no combate ao coronavírus no Ceará.

Ele afirmou ainda que "o crescimento da contaminação do vírus tem sido maior que a criação de leitos de UTi e isso tem de certa forma estrangulado o sistema de saúde".

Coronavírus no Ceará

Com mais 202 casos, o Ceará chega a 6.985 confirmações da Covid-19 nesta terça-feira, 28 de abril (28/04). Já são 417 mortes pela doença, 20 a mais que o registrado no fim da tarde de segunda-feira. Os dados são da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), atualizada às 17h25min.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >