PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Bebê com problema no coração vence coronavírus e emociona profissionais de saúde na Inglaterra

Menina estava isolada no hospital Alder Hey Children's, unidade especializada em tratamento infantil, em Liverpool, na Inglaterra

Neto Ribeiro
20:42 | 27/04/2020
O vídeo do momento foi compartilhada pelo hospital que comemorou a melhora da criança e afirmou que ela continuará internada para tratar suas outras patologias. (Foto: Reprodução / Alder Hey Children’s Hospital)
O vídeo do momento foi compartilhada pelo hospital que comemorou a melhora da criança e afirmou que ela continuará internada para tratar suas outras patologias. (Foto: Reprodução / Alder Hey Children’s Hospital)

Uma bebê de 6 meses venceu a Covid-19 - doença causada pelo novo coronavírus - e comoveu os profissionais de saúde que ajudaram no tratamento da criança. Erin Bates tinha problemas cardíacos. Ela estava isolada no hospital Alder Hey Children's, unidade especializada em tratamento infantil, em Liverpool, na Inglaterra.

Erin precisou de cuidados mais intensivos para sobreviver e fez uso de respirador mecânico porque nasceu com Tetralogia de Fallot, cardiopatia que combina quatro anomalias e empobrece a circulação de oxigênio para fora do coração e para o restante do corpo. A menina também apresentava déficit do funcionamento do pulmão, por ter nascido com peso bem abaixo do ideal.

E por estar enquadrada em vários grupos de risco, a situação de saúde de Erin preocupava médicos e enfermeiros. Ela foi internada no dia 10 deste mês - a mãe da menina também estava com ela na unidade de saúde - e ficou no hospital por duas semanas. Na última sexta, 24, a menina fez um novo teste e o resultado foi negativo, ou seja, Erin havia vencido a Covid-19.

Durante a transferência da recém-nascida da sala de isolamento para um quarto hospitalar, os profissionais que cuidaram de Erin fizeram uma fila e aplaudiram. A imagem do momento foi compartilhada pelo hospital que comemorou a melhora da criança e afirmou que ela continuará internada para tratar suas outras patologias.

"Muito obrigado a todos e a cada um deles (os profissionais de saúde). Não poderíamos ter conseguido sem eles. Eles são realmente incríveis e seremos eternamente gratos", agradeceu Emma, mãe de Erin.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >