PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Camilo solicita habilitação de leitos de UTIs no Ceará em primeiro encontro com novo ministro da Saúde

Junto aos demais governadores de estados da região Nordeste, o chefe do Executivo cearense teve encontro virtual com Nelson Teich sobre políticas de enfrentamento ao coronavírus

Alan Magno
21:21 | 20/04/2020
Reunião virtual entre os governadores do Nordeste e o ministro da Saúde (Foto: Reprodução / Facebook)
Reunião virtual entre os governadores do Nordeste e o ministro da Saúde (Foto: Reprodução / Facebook)

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), teve nesta segunda-feira, 20, reunião com o novo ministro da saúde, Nelson Teich. Especificamente para o Estado, o chefe do Executivo solicitou a habilitação de novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Fortaleza e municípios do Interior, além de uma melhor distribuição de recursos federais para enfrentamento da pandemia. Camilo cobrou ainda unificação de planos de ações estaduais e federais no combate à Covid-19. Os outros oito governantes dos estados da região Nordeste também participaram do encontro.

O foco da conversa foi discutir as políticas de enfrentamento ao coronavírus na Região. Ao fim do encontro, foi acordado que os governadores deverão enviar ao ministro informações detalhadas sobre a evolução da Covid-19 em seus respectivos estados.

Demandas mais específicas de cada unidade federativa também deverão ser encaminhadas ao longo desta semana. O ministro Nelson Teich declarou que iria analisar a situação de cada estado individualmente. Uma nova reunião deve ser marcada durante esta semana para que o titular federal da Saúde repasse as considerações aos governadores.

Ao mencionar a habilitação dos novos leitos de UTI, Camilo Santana, destacou que a gestão anterior (do ex-ministro Henrique Mandetta) já havia se comprometido com tal medida e então cobrou um posicionamento do novo titular. “É muito importante que a gente tenha um cronograma por parte do Ministério de como será realizada essa habilitação”, afirmou o governador.

Ao anunciar o encontro, Camilo expressou vontade de alinhar ações de enfrentamento a pandemia com o novo ministro. “Desejo boa sorte ao novo ministro. Que tenha, em nós governadores, parceiros para vencermos, juntos, essa luta”, completou.

Durante a reunião, o governador enfatizou a necessidade do envio de respiradores e uma melhor distribuição dos recursos por parte do governo federal. Destacando a necessidade de um alinhamento entre ações estaduais e federais no enfrentamento a pandemia, Camilo se referiu a união como “o melhor caminho para termos sucesso para superar esse desafio”.

Outro ponto de destaque da reunião foi a solicitação assinada pelos governadores do Nordeste, na última sexta-feira, 17, pedindo ao Governo Federal que brasileiros formados em Medicina no Exterior recebessem autorização imediata para atuarem no combate, prevenção e enfrentamento à Covid-19 no Brasil. A questão ainda não teve um posicionamento formal do Ministério da Saúde.

A solicitação foi assinada pelos representantes dos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe ao Ministério da Saúde. Segundo levantamento, caso a medida provisória seja aprovada, cerca de 15 mil médicos poderão ser convocados a atuarem no país. 

Coronavírus no Ceará

Até às 17 horas desta segunda-feira, 20, o Ceará registrou 206 mortes pelo novo coronavírus. O número representa um aumento de 17 mortes com relação ao dia anterior, domingo, 19. Segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). São 3.487 casos confirmados da doença. 


Números do Ceará 
9.885 casos em investigação
15.964 exames realizados
3.484 casos confirmados
206 óbitos
5,9% de taxa de letalidade
99 municípios com casos confirmados