PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Japão anuncia ajuda de 930 dólares a todos os residentes

"O futuro depende de nosso comportamento", disse o primeiro-ministro, antes de afirmar que depende de todos reduzir os contatos sociais

10:44 | 17/04/2020
Primeiro ministro do Japão anuncia auxílio  (Foto: AFP)
Primeiro ministro do Japão anuncia auxílio (Foto: AFP)

O Japão pagará 100 mil ienes (930 dólares) a cada residente, anunciou nesta sexta-feira, 17, o primeiro-ministro Shinzo Abe, uma medida para conter a crise econômica na terceira maior economia do mundo pela pandemia de coronavírus.

"Estamos nos movimentando rapidamente para entregar dinheiro a todas as pessoas", declarou Abe em uma entrevista coletiva exibida na televisão para explicar sua decisão de ampliar o estado de emergência a todo o país.

Um plano inicial para pagar um valor três vezes superior às famílias, que viram sua renda reduzida em consequência do coronavírus, foi descartado e Abe pediu desculpas pela confusão.

O Japão havia registrado um número relativamente pequeno de casos e mortes pela Covid-19 em comparação a países da Europa ou Estados Unidos, mas um aumento acelerado em Tóquio, que registrou o recorde de 201 novos casos na sexta-feira, provocou muita preocupação.

Leia também | EUA registram quase 4,5 mil mortes por coronavírus em 24 horas

Espanha tem quase 19,5 mil mortes por coronavírus

Inicialmente, Abe decretou estado de emergência em sete regiões do país, mas na quinta-feira ampliou a medida para todo o território do arquipélago até 6 de maio.

O primeiro-ministro explicou que tomou a decisão para restringir as viagens internas durante o recesso da Semana Dourada, entre o fim de abril e o início de maio, quando os japoneses visitam suas famílias.

"O futuro depende de nosso comportamento", disse o primeiro-ministro, antes de afirmar que depende de todos reduzir os contatos sociais.

A economia japonesa já se encaminhava para a recessão antes da crise do coronavírus, após uma contração de 1,8% no último trimestre de 2019.

Desde então, o turismo desabou 90%, a indústria e o comércio estão paralisados e o coronavírus obrigou o adiamento dos Jogos Olímpicos de 2020 para o próximo ano.

No mês passado, Abe anunciou um pacote de medidas de estímulo de quase um trilhão de dólares para proteger o emprego, reforçar o setor médico e aliviar a situação das famílias.

Nesta sexta-feira o governo começou a distribuir duas máscaras a cada residência do país.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >