PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Reino Unido se prepara para prolongar o confinamento

País registrou até o momento 12.868 mortes em hospitais

06:54 | 16/04/2020

Tudo indica que o governo britânico anunciará nesta quinta-feira, 16, uma ampliação do confinamento em vigor desde 23 de março para limitar a propagação do novo coronavírus, que já matou quase 13.000 pessoas no país.

"É muito cedo para uma mudança", disse o ministro da Saúde, Matt Hancock, à BBC nesta quinta-feira. "Apesar de observarmos o achatamento da curva do número de mortes e de contágios, ainda não está em queda e penso que ainda está alta", completou.

O governo britânico se reunirá nesta quinta-feira, sob o comando do ministro das Relações Exteriores, Dominic Raab, que substitui o primeiro-ministro Boris Johnson, que se recupera após vários dias de hospitalização pelo coronavírus.

O Reino Unido é um dos países da Europa mais afetados pela pandemia e registrou até o momento 12.868 mortes em hospitais. O balanço oficial não considera os falecimentos em casas de repouso.

Entre as vítimas fatais estavam 27 pessoas que trabalhavam para o Serviço Nacional de Saúde (NHS), segundo Hancock.

Um dos casos mais trágicos foi o de uma enfermeira de 28 anos grávida. Ela faleceu, mas a equipe médica conseguiu salvar o o bebê.

A oposição trabalhista quer uma prorrogação do confinamento para frear a epidemia, mas exige explicações do governo sobre a maneira de lutar contra a COVID-19.

Jonathan Ashworth, secretário de Saúde do Partido Trabalhista, considera razoável uma ampliação de três semanas do confinamento.

"Esperamos que seja prolongado, apoiamos a medida, mas queremos mais detalhes do governo sobre o que vai acontecer depois", disse Ashworth à BBC.