PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Agentes de endemia farão buscas ativas em bairros para orientar grupos de risco da Covid-19 em Fortaleza

Informação foi divulgada pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT), durante live nesta terça-feira, 14

Matheus Facundo
19:20 | 14/04/2020
Agente de endemia já conhecem o histórico médico de pacientes de grupo de risco nas comunidades onde atuam
Agente de endemia já conhecem o histórico médico de pacientes de grupo de risco nas comunidades onde atuam (Foto: Sandro Valentim)

Agentes comunitários e de endemia da Prefeitura de Fortaleza farão buscas ativas em bairros de Fortaleza para orientar pessoas em grupo de risco de contrair o novo coronavírus, como forma de prevenção à doença. A informação foi divulgada pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT), durante live nesta terça-feira, 14.

Munidos de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), "para poderem circular com segurança pelos bairros", os agentes irão  indicar condutas adequadas a estas pessoas. "Eles conhecem o histórico clínico e médico de pacientes de grupo de risco das comunidades. Temos convicção que isso pode mudar a realidade de pacientes", pontou RC.

O chefe do Executivo Municipal reforçou ainda os benefícios da busca precoce por atendimento por pacientes com sintomas da Covid-19. Segundo ele, 15% dos óbitos registrados em Fortaleza, que conta com 86 mortes, aconteceram dentro de casa ou após terem a primeira parada cardiorrespiratória.

"O atendimento precoce e rápido de pacientes de risco, como a entubação precoce, podem mudar completamente o destino do paciente e para isso é preciso que tenhamos consciência", alerta.

Patrulha

Para aumentar o índice de isolamento social dentro de bairros da periferia de Fortaleza, que estão com casos e mortes confirmadas pelo coronavírus, a Guarda Municipal, com apoio da Polícia Militar do Ceará (PMCE), começa nesta quarta-feira, 15, patrulha em comunidades

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >