PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Em Sexta da Paixão sob isolamento, movimentação continua no Mercado dos Peixes de Fortaleza

Devido à fácil transmissão, o isolamento social torna-se uma medida necessária para paralisar o número de casos do novo coronavírus no Ceará.

13:16 | 10/04/2020
Movimentação no Mercado dos Peixes nesta sexta-feira, 10 (Foto: Fábio Lima)
Movimentação no Mercado dos Peixes nesta sexta-feira, 10 (Foto: Fábio Lima)

A manhã desta sexta-feira, 10, feriado católico da Semana Santa em todo o País, continuou a ter movimentações com aglomeração na Capital. Mais uma vez, o Mercado dos Peixes, localizado na Avenida Beira Mar, teve aglomerações de vendedores e clientes, desobedecendo as medidas de isolamento social decretadas em todo o Estado.

LEIA TAMBÉM | Confira serviços que seguem funcionando durante Sexta-Feira da Paixão

As fotos mostram aglomerações de pessoas, que utilizam máscaras de proteção enquanto manuseiam os alimentos e continuam a manter contatos com clientes e vendedores. Segundo pesquisas realizadas pela Revista Nature, os sintomas da Covid-19 demoram até sete dias para aparecer. Nesse período, assintomáticos transmitem para 76% dos casos confirmados. 

Clique na imagem para abrir a galeria

Não é a primeira vez na semana que as feiras continuam a desobedecer o decreto. Na manhã de ontem, a procura pelos alimentos tradicionais no feriadão também foi intensa. Em entrevista a rádio O POVO CBN, o superintendente da agência de Fiscalização de fortaleza (Agefis), Julio Santos, afirmou que as feiras não estariam proibidas de acontecer. No entanto, teve ciência das aglomerações e propôs estratégias para esta sexta-feira. 

Em nota ao O POVO, o órgão afirmou que as medidas de ordenamento realizadas tiveram início às 4 horas da manhã desta sexta-feira, com delimitação de espaço para pescadores e a organização de atendimentos em filas, com orientação de distanciamento social de 1,5 metro. As ações foram realizadas na praia, onde costumam existir aglomerações devido a chegada de embarcações e de pescadores. Participam da operação equipes da Agefis, Guarda Municipal, Defesa Civil e Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), com o apoio dos Agentes de Cidadania e Agentes de Endemias.

O Mercado dos Peixes pode permanecer funcionando, mas apenas para comercialização de produtos alimentícios. A pasta informou que desde a última quarta-feira, 8, vem priorizando pontos de maior aglomeração, realizando abordagem e orientação da população. 

Segundo o órgão, sucessivas abordagens foram realizadas anteriormente no local visando evitar a aglomeração. No entanto, esta semana teve seu movimento intensificado devido a celebração da Páscoa. Nos próximos dias, medidas de isolamento continuarão a ser implementadas pela Agefis por meio de grades e ordenamento do atendimento em filas, com reforço no controle de acesos e isolamento para que novas situações de aglomeração sejam evitadas.

Devido a fácil transmissão, o isolamento social torna-se uma medida necessária para paralisar o número de casos do novo coronavírus no Ceará. Até a manhã desta sexta-feira, foram registrados 1.478 casos e 58 óbitos. De ontem para cá, 33 casos e uma morte foram contabilizadas. 

LEIA TAMBÉM | Paróquia Cristo Rei celebra missa com fotos de fiéis e recebe doações