PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Projeto que distribui EPIs gratuitamente em hospitais públicos precisa de matéria prima; saiba como ajudar

CriarCE desenvolve 150 a 200 máscaras de acetato por dia; no entanto, com o aumento dos números de casos de Covid-19 no Ceará, projeto precisa de doações para continuar os trabalhos

09:09 | 08/04/2020
Produção é feita por meio de impressões 3D (Foto: Instagram @criarCE)
Produção é feita por meio de impressões 3D (Foto: Instagram @criarCE)

O sentimento de coletividade se manifesta nos momentos mais difíceis, como estar em meio a pandemia do novo coronavírus. A iniciativa "Combate ao Coronavírus" foi criada conjuntamente pelo projeto CriarCE e outros parceiros públicos e privados com o objetivo de engajar pessoas para a produção de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e distribuí-los gratuitamente em unidades de saúde pública, como UPAs e hospitais que estão atuando no combate da Covid-19 no Estado. O CriarCE é vinculado à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior no Estado (Secitece). 

A produção funciona por meio de impressões 3D que constroem protótipos de máscaras de proteção de acetato, um dos equipamentos necessários em frentes de combate. O material arrecadado pelo projeto vem de doações tanto por parte das empresas quanto por pessoas físicas ou jurídicas, como o caso de empresas. A iniciativa já distribuiu mais de 1000 EPIs por todo o Estado e pretende construir outros materiais, como óculos de proteção e respiradores mecânicos, como explica o coordenador do CriarCe, Thiago Barros.

"A ideia é trabalhar soluções inovadoras para todas as frentes. Conseguimos 15 impressoras 3D e estamos desenvolvendo de 150 a 200 equipamentos por dia". Thiago comenta que a demanda dos hospitais é prioridade para a distribuição. Por meio de formulários, o projeto percebe qual local está com mais urgência de equipamentos e proporciona as doações. 

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

O que a humanidade precisa para conter uma crise? Essa é uma boa pergunta, não é mesmo?! Mas gostamos de pensar que a solução para reverter esse cenário, está logo no início desta indagação, a própria Humanidade! . Em tempos estranhos de isolamento, quarentena, medo e dor, as decisões tomadas tem um poder ainda maior, pois elas provavelmente moldarão não apenas nosso sistema de saúde, mas também nossa economia, política, cultura e mentalidade. . E a mentalidade que queremos para esse momento é de que a solidariedade é a nossa única salvação! Deixamos nosso "ser individual" para adorar o "ser junto", "ser empático", "ser parceiro". . Estamos na luta diariamente, aos trancos e barrancos, mas com a leveza na alma por está dando o nosso melhor!Junte-se a nós! Sua colaboração é muito importante. Acesse o nosso fórmulario (link na Bio) e saiba como ajudar! . Esta provavelmente seja a maior pandemia da nossa geração e uma coisa é certa: nada mais será o mesmo depois do coronavírus, inclusive nós mesmos! . #juntossomosmaisfortes #juntosvamosderrotarovírus #operaçãocoronavírus #parceiros #lais #uece #idesco #Atlantico #joyfablab #Nutec #iviatecnologia #ifce #iccbiolabs #citinova #ufcinforma #padlab #comunidade3d #itic #CorredoresDigitais #secitece

Uma publicação compartilhada por CriarCE (@criarce) em

No entanto, a demanda dos equipamentos aumenta de acordo com o crescimento de casos no Estado, que tem 1.188 confirmaçõe até última atualização pela Secretaria de Saúde (Sesa), nesta terça-feira, 7. O número de itens necessários para a produção dos EPIs está insuficiente e vem se tornando uma realidade no projeto, que necessita de doações para continuar os trabalhos. 

Materiais como lâminas de acetato e elásticos para a sustentação podem ser ofertados, além de produções em casa para quem tem impressora 3D. Thiago conta que diversas ajudas nas impressões estão vindo de pessoas que têm o equipamento em casa e entraram em contato com o CriarCE. "Todas as doações são bem vindas, inclusive aquelas pequenas, pois são de itens que geralmente não encontramos no mercado neste momento". 

Interessados em doar equipamentos ou colaborar com o projeto de alguma forma devem acessar a página do CriarCE no Instagram e preencher um dos formulários disponíveis: para auxílio na produção ou para a solicitação de EPIs em hospitais da Capital.

SERVIÇO

O quê: Iniciativa "Combate ao Coronavírus"

Quem: conjuntamente organizada pelo CriarCE e outras instituições públicas e privadas

Como: ajudar na produção de EPIs para equipamentos de saúde pública que estão recebendo pacientes com a Covid-19 no Estado

Onde: preenchimento de formulários de solicitação de materiais ou de auxílio na produção interna dos equipamentos por meio do Instagram do projeto.