PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Balanço: Coronavírus causou pelo menos 63 mil mortes no mundo

São no mínimo 63.437 mortes e 1.169.210 casos confirmados de contágio pela Covid-19, segundo dados colhidos pela agência de notícias France-Presse

18:06 | 04/04/2020
Itália é o país com mais mortes registradas por coronavírus; na foto, Roma em protocolo de isolamento social (Foto: Alberto PIZZOLI / AFP)
Itália é o país com mais mortes registradas por coronavírus; na foto, Roma em protocolo de isolamento social (Foto: Alberto PIZZOLI / AFP)

O novo coronavírus provocou pelo menos 63.437 mortes no mundo desde que apareceu em dezembro do ano passado, segundo balanço estabelecido pela Agência France-Presse (AFP) com base em fontes oficiais, às 16 horas de Fortaleza deste sábado, 4.

Desde o início da epidemia foram contabilizados mais de 1.169.210 casos de contágio em 190 países ou territórios. O número de casos diagnosticados positivos só reflete, no entanto, uma parte da totalidade de contágios, devido às políticas díspares de nações para diagnosticar os casos — alguns só testam as pessoas que precisam de hospitalização. As autoridades consideram ainda que até agora pelo menos 219.000 pessoas se curaram da doença.

Desde a véspera às 16 horas (de Fortaleza), foram registradas 5.964 novas mortes e 86.745 contágios no mundo.

Nas últimas 24 horas, os países com mais registros de mortos foram Estados Unidos, com 1.399 novos óbitos; a França, com 1.053 (um balanço em forte alta por causa das mortes em centros geriátricos, que agora são integrados na contagem) e Espanha (809).

O número de mortos na Itália, que registrou seu primeiro óbito vinculado ao vírus no final de fevereiro, chega a 15.362. O país registrou 124.632 contágios. Desde a sexta-feira foram registrados 681 falecimentos e 4.805 novos contágios. As autoridades italianas consideram que 20.996 pessoas se curaram.

Depois da Itália, os países mais afetados são Espanha, com 11.744 mortos e 124.736 casos; os Estados Unidos, com 8.098 mortes (297.575 casos); França, com 7.560 mortos (89.953 casos) e o Reino Unido, com 4.313 mortos (41.903 casos).

A China continental (sem contar Hong Kong e Macau), onde a epidemia surgiu no fim de dezembro, soma um total de 81.639 contágios, dos quais 3.326 morreram e 76.755 se curaram totalmente. Nas últimas 24 horas foram registrados 19 novos casos novos e 4 falecimentos.

Desde a sexta-feira, Angola, Suriname, Kuwait, Geórgia e Libéria anunciaram as primeiras mortes vinculadas ao novo coronavírus.

Os Estados Unidos ultrapassaram neste sábado os 300 mil casos de coronavírus em seu território, segundo um balanço da universidade Johns Hopkins. A pandemia deixou 8.162 mortos de acordo com este banco de dados (que difere da AFP). A marca de 200 mil casos nos Estados Unidos foi superada na última quarta-feira, 1º. O rápido aumento se deve, em parte, à maior disponibilidade de testes de detecção da doença no país. O foco principal da epidemia americana é o estado de Nova York.

No sábado às 19H00 GMT e desde o início da epidemia, a Europa tinha 46.033 mortos (627.127 contágios), Estados Unidos e Canadá, 8.342 (311.447); Ásia, 4.137 (116.129); Oriente Médio, 3.623 (71.739); América Latina e Caribe, 891 (28.166); África, 375 (8.129) e Oceania, 36 (6.480).

Neste sábado, o Brasil somava 431 e 10.278 casos confirmados e Covid-19.

Este balanço foi realizado usando dados das autoridades nacionais, compilados pelos escritórios da AFP e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).