PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Agefis fiscaliza feiras livres em bairros de Fortaleza

Fiscais atuam de forma preventiva para impedir aglomerações

Natália Coelho
10:38 | 04/04/2020
FISCALIZAÇÃO do funcionamento de feiras durante a pandemia (Foto: DIVULGAÇÃO)
FISCALIZAÇÃO do funcionamento de feiras durante a pandemia (Foto: DIVULGAÇÃO)

A Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) realizou operação especial nesta sexta-feira, 3, nos bairros São Cristóvão e Conjunto Esperança para impedir aglomerações em feiras de rua. A ação, que integra medidas sanitárias para enfrentar o novo coronavírus, é uma medida preventiva. A proposta é que os fiscais atuem antes mesmo da montagem da estrutura, com abordagem educativa e de conscientização. Nesta sexta, não houve atuações.

A operação teve o apoio de Equipes da Inspetoria de Proteção Ambiental (Ipam) da Guarda Municipal de Fortaleza e do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPMA).

As medidas integram um conjunto de ações da Agefis para cumprir o decreto estadual, que determina o fechamento de serviços considerados não essenciais. As equipes atuam diariamente na Beira Mar e na Praia de Iracema, bem como pontos tradicionais, como a Feira da Parangaba, Mercado dos Pinhões, Praça da Lagoinha e outras regiões do Centro de Fortaleza. 

Profissionais autônomos que estão sendo diretamente afetados pelas mudanças cadastrados na Prefeitura de Fortaleza, como como feirantes, ambulantes, permissionários e artesãos, irão receber um auxílio de R$ 100 durante dois meses. O anúncio foi feito na última sexta-feira, 3, pelo prefeito Roberto Cláudio. No total, cerca de 17.500 trabalhadores serão beneficiados com a quantia, oriunda do Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico.

Como denunciar?
A população pode acionar a fiscalização por meio dos canais de denúncia da Agefis: o aplicativo Fiscalize Fortaleza (disponível para Android e IOS), o site denuncia.agefis.fortaleza.ce.gov.br e o telefone 156.