PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Isolamento social tem causado impactos "curiosos" pelo planeta; veja quais são

Consequências são trazidas pela diminuição do convívio humano, ou até mesmo pelo confinamento que a pandemia provocou

Gabriela Almeida
12:52 | 03/04/2020
Espanha tem apresentado números menores, mas com leve altas (Foto: AFP)
Espanha tem apresentado números menores, mas com leve altas (Foto: AFP)

O isolamento social provocado pela pandemia da Covid-19 tem mudado a forma como as pessoas trabalham, alertado para questões de higiene e impactado economicamente diversos países no mundo. Além dessas consequências, no entanto, há impactos “curiosos” que envolvem áreas, entre outras, geográficas e sociais. O POVO listou algumas dessas consequências trazidas pela diminuição do convívio humano, ou até mesmo pelo confinamento que ele provocou.

Considerada como Pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), classificação dada quando doença se espalha por continentes, a Covid-19 fez com que países como Brasil, China, Itália e Estados Unidos, adotassem políticas de isolamento social. A doença já infectou mais de 1 milhão de pessoas no mundo, influenciando de forma "brusca" a vida na terra. 

Saiba quais são os impactos “curiosos” que o isolamento tem causado:

Mudança no vibração da terra

O planeta passou a vibrar menos pela pouca movimentação humana durante a quarentena, de acordo com um estudo feito por um grupo de geólogos da Bélgica e divulgado na revista especializada em ciência, Nature. A redução da atividade humana provocou uma “queda no ruído sísmico” da Terra, uma espécie de zumbido provocado pelo impacto de atividades humanas na crosta terrestre do planeta. Ação teria sido responsável pela mudança do movimento.

Divórcios em cidades da China

Se a diminuição das relações humanas tem consequências, o excesso delas também. Alguns distritos da China, país onde a Covid-19 surgiu, registraram aumentos expressivos no número de pedidos de divórcio no último mês, após cidades saírem do isolamento. O recorde de pedidos ficou para a capital da província de Shaanxi, Xi’am, que tem 12 milhões de habitantes.

O motivo dos divórcios, segundo reportagem da BBC, pode estar ligado ao tempo em que casais passaram juntos, confinados devido à pandemia. Uma das entrevistadas chegou a pontuar que a experiência de confinamento é estressante e pode ter sido elevada devido à preocupação com o futuro diante da crise econômica.

Invasão de insetos

Na Bahia, a presença de insetos como grilos, esperanças e borboletas tem sido mais notada nas casas e nos apartamentos, de acordo com o jornal Correio 24 horas. Moradores usaram suas redes sociais para relatarem fenômeno.

Segundo informações dadas por especialistas à reportagem, as pessoas estão observando mais porque permanecem em casa por mais tempo, porém, essa não é a única explicação. O fechamento de alguns estabelecimentos acabou por diminuir a luminosidade nas ruas, o que pode ter feito com que a luz das casas chamassem mais atenção dos insetos.

Diminuição da poluição

Durante o isolamento social, algumas imagens que circularam pela internet levaram à constatação de que a poluição ao redor do planeta visualmente está diminuindo. Na Itália, a falta de movimentação turística fez com que as águas dos canais de Veneza ficassem bem mais cristalinas. Em São Paulo, maior epicentro da Covid-19 no Brasil, o céu apareceu em imagens bem menos marcado pela poluição.

A baixa da poluição do ar na China, primeiro epicentro do surto, também pôde ser captada, mas por satélites de monitoramento de poluição operados pela Nasa e pela Agência Espacial Europeia (ESA). Ambos os países tiveram operações industriais fechadas ou reduzidas por conta do isolamento social imposto para minimizar a pandemia do coronavírus.