PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Movimentos populares da Serrinha, em Fortaleza, fazem vaquinha para ajudar famílias vulneráveis do bairro

Ação tem como objetivo auxiliar grupos familiares que passam por dificuldades financeiras após decreto estadual de isolamento

14:45 | 01/04/2020

Movimentos populares do bairro Serrinha, em Fortaleza, criaram uma vaquinha, ação de financiamento virtual pela internet, para ajudar famílias vulneráveis da região. A campanha “Juntxs Pelas Famílias Vulneráveis da Serrinha” tem como objetivo auxiliar grupos familiares que vivem com pouca renda e passam por dificuldades financeiras após decreto estadual de isolamento, prorrogado no último domingo, 28, determinado como forma de evitar a disseminação do novo coronavírus no Ceará, a Covid-19.

“Nem todas (as famílias) têm sequer casa para ficarem isoladas. Muitos catadores, catadoras, vendedores ambulantes e desempregados estão na agonia de conseguirem seus sustentos”, explica organização em nota, pontuando ainda que o dinheiro arrecadado pela vaquinha será utilizado para que essas famílias possam ganhar cestas básicas.

Até a tarde desta terça-feira, 1°, a campanha já tinha arrecadado R$ 1.395 e tem como meta inicial, estipulada no site, atingir o valor de R$ 2000. Entre os organizadores estão grupos como a Associação de Moradores do Bairro da Serrinha “Amorbase” e o Programa de Extensão da Uece “Viva a Palavra”.

Para realizar a doação basta acessar o link da vaquinha.

No dia 19 deste mês, o governador do Ceará, Camilo Santana, determinou, entre outros, o fechamento de serviços considerados não essenciais ao funcionamento público. O decreto afetou estabelecimentos como bares e shoppins, sendo prorrogado no último domingo, 28. A ação visa combater a disseminação do novo coronavírus no Ceará, e Estado tem mostrado uma redução gradual na velocidade do surgimento de novos casos.

 

De acordo com a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) o número de infectados subiu, nessa segunda-feira,30, para 401. Já o número de mortes que ocorreram em decorrência da doença chegou a 7.