PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Confira a evolução da pandemia de coronavírus entre países

Estados Unidos são o país com mais casos confirmados do novo coronavírus, com 213 mil casos. Na sequência, a Itália aparece com pouco mais de 110 mil pessoas infectadas

Wanderson Trindade
21:59 | 01/04/2020
Estados Unidos, particularmente Nova York, se tornaram o epicentro de casos do coronavírus no mundo (Foto: Spencer Platt/Getty Images/AFP)
Estados Unidos, particularmente Nova York, se tornaram o epicentro de casos do coronavírus no mundo (Foto: Spencer Platt/Getty Images/AFP)

A pandemia provocada pela Covid-19 está com os Estados Unidos como epicentro atual. O país norte-americano é o que mais registra casos confirmados do novo coronavírus no mundo, com mais de 213 mil pessoas infectadas, segundo números do Instituto de Pesquisa da Universidade Johns Hopkins, colhidos às 21h30min (de Fortaleza) desta quarta-feira, 1º.

Na sequência, a Itália surge como o ponto de maior preocupação ainda hoje na Europa. Ao todo, são 110 mil casos confirmados em terras italianas. O país europeu é ainda o que concentra mais mortes decorrentes do coronavírus, mais de 13 mil, segundo o mesmo banco de dados.

O único outro país a ultrapassar os 100 mil casos é a Espanha, que atualmente tem mostrado curva de infecção mais acentuada do que a da Itália. Na sequência, vem a China, epicentro original do vírus, com 82 mil casos; Alemanha, com quase 79 mil — e baixíssima taxa de mortalidade de apenas 1,1%; França, com quase 58 mil; e Irá, com 47 mil pessoas com diagnóstico positivo para o novo coronavírus.

Utilizando da base disponibilizada pela Johns Hopkins Whiting School of Engineering, instituição que coleta dados da doença em todo mundo, infográfico mostra a evolução da pandemia entre os dez primeiros países desde 22 de janeiro até esta quarta-feira, 1º de abril.

O Brasil não aparece na animação por causa de seu baixo número de casos até aqui, frente às demais nações mundiais. Segundo o Ministério da Saúde brasileiro, o País conta com 6.836 pessoas infectadas até o fim desta tarde.