PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Coronavírus: Ceará tem queda em casos considerando o dia inicial dos sintomas

Indicador mede a data em que o paciente apresentou as primeiras queixas, independente do dia em que o diagnóstico foi confirmado

Bemfica de Oliva
07:55 | 31/03/2020
Medida está caindo, mas dados devem ser atualizados conforme novos exames são concluídos (Foto: Reprodução/Sesa)
Medida está caindo, mas dados devem ser atualizados conforme novos exames são concluídos (Foto: Reprodução/Sesa)

Um indicador positivo está mostrando a eficácia das medidas de isolamento social no Ceará, prorrogadas pelo governador Camilo Santana (PT) até o próximo domingo, (05/04). Embora a quantidade de casos de Covid-19 continue aumentando, o número de pacientes que começa a apresentar sintomas nos últimos dias está em queda.

Isso significa que os pacientes diagnosticados, em sua maioria, começaram a apresentar problemas relacionados à doença em datas cada vez mais antigas. O total de casos permanece em ascensão porque os números são incluídos pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) somente no dia em que o exame de contraprova tem resultado positivo.

Por exemplo: dois casos que tenham sido confirmados - ou seja, incluídos na contagem total de casos - nessa segunda-feira, 30. Como os exames levam de três a dez dias para serem concluídos, é possível que um dos pacientes tenha dado entrada na unidade de saúde na última sexta-feira, 27, mas estivesse apresentando sintomas desde a quarta-feira, 25. O outro paciente, no exemplo, teria realizado os testes na segunda-feira, 22, mas apresentaria sintomas desde domingo, 21. Nestes casos, embora ambos os pacientes tenham sido contabilizados nos casos confirmados apenas hoje, o primeiro paciente seria um caso mais recente do que o segundo.

Esta métrica é importante porque permite avaliar os efeitos da política de distanciamento social na prática, com uma precisão maior na data em que o paciente foi infectado, em vez de contabilizar somente o dia em que a contraprova confirmou a doença. O gráfico permite, portanto, verificar em que momento mais pessoas se infectaram. A maioria dos casos confirmados começou a apresentar sintomas entre os dias 11 e 20 de março.

Desde então, embora o número total de infectados pelo coronavírus tenha aumentado, pois saíram os resultados dos exames, cada vez menos pacientes entre os confirmados deram entrada nas unidades de saúde. A partir do dia 21/3 praticamente não há pontos no gráfico, o que significa que, entre os pacientes que já tiveram confirmado o diagnóstico de Covid-19, quase todos apresentaram sintomas dia 20/3 ou antes disso.

Este número, porém, não é absoluto: o dia mais recente no boletim disponibilizado na noite desta segunda-feira pela Sesa é 26 de março. Essa informação mostra que ainda há resultados de exames a serem divulgados, aguardando a contraprova.

O Governo do Estado anunciou a compra de 350 mil testes rápidos para coronavírus. Um paciente infectado pode permanecer até duas semanas sem apresentar sintomas, portanto, é possível que a quantidade volte a crescer.

Outro indicador com bons números é a quantidade de altas hospitalares - quando a unidade de saúde libera o paciente para recuperação em isolamento domiciliar. Até domingo eram dez dispensas, que subiram para 13 nesta segunda-feira.

Em números absolutos, o Ceará tem 382 casos confirmados pela Sesa. Os óbitos permanecem em cinco casos.