PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Maioria dos brasileiros concorda com medidas para conter o novo coronavírus; 73% apoiam isolamento

Pesquisa do Datafolha entrevistou 1.558 pessoas, por telefone. Entre os números: 73% apoiam o isolamento forçado

11:27 | 22/03/2020
FORTALEZA, CE, BRASIL, 21-03-2020: Praia do futuro vazia por conta do período de quarentena no Ceará. (Foto: Beatriz Boblitz/ O POVO) VA 04.04 (Foto: BEATRIZ BOBLITZ)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 21-03-2020: Praia do futuro vazia por conta do período de quarentena no Ceará. (Foto: Beatriz Boblitz/ O POVO) VA 04.04 (Foto: BEATRIZ BOBLITZ)

A maioria dos entrevistados pela pesquisa do Datafolha concorda com as ações severas para conter as infecções por coronavírus no Brasil. Os números são precisos: entre 1.558 pessoas entrevistas por telefone, 92% concordam com a suspensão das aulas,  94% aprovam a proibição de viagens internacionais e 91% são favoráveis à interrupção nos campeonatos de futebol.

Para 92%, o fechamento das fronteiras também é uma medida importante. É o encerramento do comércio que divide mais as opiniões: 46% são a favor e 33% contra. Se colocaram como aprovando parcialmente a medida 21% dos entrevistados. 

Sobre o isolamento forçado, a ação é apoiada por 73% dos entrevistados, enquanto 24% a rejeitam e 2% se dizem indiferentes. Evitar bares e restaurantes, que ainda estão abertos na maior parte do país,
é medida aprovada por 86%. Já o veto a reuniões em casa tem apoio de 76%.

Medo de contaminação

Já sobre o medo de ser infectado, 74% afirmam que o tem. Desses, 36% dizem ter muito medo, enquanto 38% afirmaram ter um pouco. Mulheres são mais preocupadas, com 44% exibindo muito medo, ante 35% dos homens. 

99% afirmaram que têm conhecimento sobre a doença e ações,  e 72% afirmam estar bem informados. Para 24%, o grau de informação é mediano, e 3% se veem desinformados.

Grupo de risco

As pessoas que mais acham que não serão infectadas são exatamente as do grupo de risco: 19% dos que têm mais de 60 anos.