Participamos do
Conheça o POVO

Sustentabilidade

Política de sustentabilidade do Grupo O POVO de Comunicação

Por um pacto de sustentabilidade - O papel sustentável do O POVO

A qualidade de nossa relação com a Terra, casa comum dos seres que habitam o Universo, precisa melhorar e ser pautada pela consciência da coexistência. É questão imprescindível para a vida no dia a dia e generosidade com as gerações porvir. O Grupo de Comunicação O POVO, na caminhada por um mundo que respeite os ciclos da Natureza, reafirma sua escrita em nome dos direitos da biosfera, da sociedade e de uma economia coletiva e sustentável.

O POVO se põe como ator da difusão de conhecimento/soluções para a sustentabilidade e vem procurando se pautar dentro das plataformas de comunicação e do ambiente corporativo. Um passo importante foi dado com a Certificação Florestal (Ceflor) para o uso do papel na impressão do jornal.

Somos o primeiro jornal do Brasil a ter a satisfação de dizer aos leitores que usamos papel de manejo florestal. Só consumimos papel de origem sustentável. Nossas notícias são impressas em um produto de procedência ecologicamente responsável e permanentemente auditadas, que respeita os ciclos ambientais e garante a ressurgência dos ecossistemas.

O selo Cerflor é uma certificação auditada pela respeitada Associação Portuguesa de Certificação (APCER) e reconhecida internacionalmente pelo Programme for the Endorsement of Forest Certification Schemes (PEFC). Um sistema criado para distinguir quem faz uso de produtos da floresta sem exaurir os ciclos de renovação e permanência.

É premissa do O POVO aprimorar, incansavelmente, os olhares sobre as novas mentalidades de convivência global. O primeiro passo é cuidar de nossos quintais, das cidades, de nossas moradas, de nossos ambientes de trabalho. Do que produzimos, do que consumimos, do que descartamos, do que transformamos e qual modelo de coabitação contribui para a ressurgência e menos com a destruição do Planeta.

Sustentabilidade vai além de cumprir um script empresarial de sucesso centrado apenas nos lucros. Ou ser sustentável extrapola a agenda ambiental que reforça o equívoco de separar o homem da natureza.

O desenvolvimento sustentável não pode ser apenas um discurso de imagem, necessita de uma tomada de consciência pessoal para o estímulo de uma prática coletiva. Transcende o interesse particular para entender, reorganizar o presente e ter como atravessar o futuro.

O Grupo de Comunicação O POVO, na parceria com seus trabalhadores, é signatário do pacto global das Nações Unidas (ONU), um aliado, na prática cotidiana, para o aprimoramento e zelo da promoção dos valores fundamentais e internacionais referendados nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção, refletidos em 10 princípios para as empresas.

Os 10 princípios do Pacto Global

O Pacto Global advoga dez Princípios universais, derivados da Declaração Universal de Direitos Humanos, da Declaração da Organização Internacional do Trabalho sobre Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho, da Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento e da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção:

Direitos Humanos

1. As empresas devem apoiar e respeitar a proteção de direitos humanos reconhecidos internacionalmente; 

2. Assegurar-se de sua não participação em violações destes direitos.

3. As empresas devem apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva;

4. A eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório;

5. A abolição efetiva do trabalho infantil; 

6. Eliminar a discriminação no emprego.

Meio Ambiente

7. As empresas devem apoiar uma abordagem preventiva aos desafios ambientais;

8. Desenvolver iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental; e

9. Incentivar o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis.

Contra a Corrupção

10. As empresas devem combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina.

O POVO integra o Projeto Credibilidade, capítulo brasileiro do The Trust Project, rede global de organizações noticiosas que se utilizam de uma série de indicadores para garantir transparência e credibilidade ao leitor. As informações apresentadas pelo O POVO atendem às diretrizes do Projeto Credibilidade, que procura “desenvolver ferramentas e técnicas para identificar e promover um jornalismo digital confiável e de qualidade”.