PUBLICIDADE

Mais um observatório astronômico no Ceará

00:00 | 11/11/2019
Telescópio Refletor Newtoniano instalado na Seara da Ciência em cúpula de 5 metros de diâmetro
Telescópio Refletor Newtoniano instalado na Seara da Ciência em cúpula de 5 metros de diâmetro

Caros amigos leitores da coluna Visões do Cosmos, a Astronomia no Ceará está atingindo níveis cada vez mais elevados - quer seja em capital humano, quer seja em equipamentos utilizados na observação e fotografia astronômica. A evolução é crescente, a Universidade Federal do Ceará (UFC) já conta com doutores em astrofísica e doutorandos na área, o que há bem pouco tempo era um sonho.

O mais recente investimento, considerado da mais alta importância para pesquisa e popularização da astronomia, foi a inauguração do Observatório Astronômico Ferruccio Gineli instalado na Seara da Ciência - órgão de divulgação científica da UFC. Com forte apoio e dedicação dos professores Ilde Guedes, Marcus Vale e Pedro Magalhães, com projeto e instalação de José Evangelista e Dermeval Carneiro, o observatório recebe o nome de Ferruccio Ginelli, uma justa homenagem a quem fez muito pela astronomia no Ceará.

Ferruccio Ginelli foi um italiano de nascimento e cearense de coração, procurou a Sociedade Brasileira dos Amigos da Astronomia (SBAA), no início da década de 1980, nas pessoas de Rubens de Azevedo e Dermeval Carneiro, para integrar o time de astrônomos cearenses e participar das demais atividades de astronomia desenvolvidas pela SBAA - a 1ª associação de astronomia do Brasil. Fundada por Rubens de Azevedo em 26 de fevereiro de 1947.

Ginelli foi um gênio da engenharia eletro-mecânica, eletrônica e opto-mecânica. Montou a Construções Eletromecânicas SA (Cemec), do grupo J.Macêdo, onde trabalhou por mais de 30 anos, desenvolvendo e construindo os primeiros transformadores de alta potência do Norte e Nordeste, contribuindo de forma decisiva para a rede elétrica cearense.

Como astrônomo, construía e montava seus próprios instrumentos astronômicos. Em janeiro de 1983 instalou em sua residência o Observatório Astronômico Giordano Bruno. Todo o observatório, inclusive a cúpula e demais instrumentos, foi por ele montado, com exceção apenas do espelho parabólico principal importado dos EUA.

O telescópio tinha 318 mm de abertura e 1.929 mm de foco, o que lhe dava uma "performance" notável, quer para observação visual, quer para a astrofotografia, pois era dotado de movimento síncrono e lento que permitia seguir indefinidamente o curso dos astros, e era provido de telecomando que permitia o trabalho à distância.

Com isso o Ceará passou a abrigar o mais sofisticado observatório de amador de todo o País - o Observatório Giordano Bruno.

O incansável trabalho de Ferruccio Ginelli, colocou Fortaleza em primeiro plano nos estudos sistemáticos do céu.

Evento importante

Astrônomos e comunidade local estão convidados a participarem do XXII Enast (Encontro Nacional de Astronomia) que será realizado nesta semana (de 14 a 16 de novembro) na cidade de Sobral. O evento, que contará com a participação de astrônomos cearenses e de vários estados brasileiros, apresentará oficinas, cursos, palestras e exposições de painéis dos mais variados assuntos de astronomia e observatórios.

Mais informações: https://jfu.vpeventos.com/#/eventos/xxii-enast

Demerval Carneiro