PUBLICIDADE
Jornal
TECNOSFERA

Governo Bolsonaro deve criar 'WhatsApp' próprio para ministro e parlamentares

Plataforma deve servir como canal direto de conversação com titulares das pastas e fonte de informações sobre andamento de votações e comportamento político de deputados

27/02/2019 19:34:21

Em meio a crises e desavenças políticas promovidas pelo uso do WhatsApp, o governo Bolsonaro estuda a criação de um serviço de compartilhamento de mensagens privado e voltado exclusivamente a ministros e parlamentares. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo nessa quarta-feira, 27. O aplicativo deve receber recursos para facilitar a articulação dos integrantes do governo, entre eles um guia com dados sobre o "comportamento político" de deputados da Câmara Federal.

Segundo O Globo, todo o projeto de desenvolvimento da plataforma é coordenado pela Casa Civil, que ainda não se pronunciou oficialmente sobre a criação do aplicativo. O secretário especial para a Câmara, Carlos Manato, foi ouvido pela publicação. "Vai ser um aplicativo interno em que todo mundo vai poder entrar: parlamentares e ministros, uma coisa legal. A ideia é mostrar, por exemplo, quais programas há na ação social, na saúde, e aí os deputados vão ver os programas, poder passar para os prefeitos, divulgar, tendo acesso online", confirma Manato ao O Globo.

Além de funcionar como um mensageiro, outra função da plataforma será dar acesso ao andamento de emendas, votações e até mesmo o acompanhamento de cargos indicados pelo governo. A ideia do projeto partiu do ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz.

O Povo