PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Os Estaduais

Entro no site da CBF e não encontro dados atualizados do Cadastro Nacional de Clubes. O último é de 2009 e nele consta o registro de 783 clubes. Consultei o ranking de clubes da CBF para 2019 e deu um total de 228 times que participaram ou vão participar de competições promovidas pela CBF.

Os clubes aparecem no ranking porque disputaram ou vão disputar a Copa do Brasil ou então estão numa das quatro divisões do campeonato nacional. Se considerarmos o cadastro de 2009 da CBF verifica-se que 555 clubes passam quase o ano sem jogar.

Percebe-se, então, que caso não houvessem campeonatos estaduais, teríamos quase 65% dos clubes brasileiros sem nenhuma competição oficial a não ser um ou outro torneio ou copa promovida pelas federações regionais no intuito de manter os clubes em atividade.

Tem muita gente contra os estaduais. E não estou falando apenas de dirigente de clube que tem de pagar folha salarial no fim do mês, mas também da própria mídia esportiva, que acha ruim ter de cobrir jogos deficitários e que dão um mínimo de audiência.

Até entendo a reação porque o trabalho é árduo e audiência significa patrocinadores, mas uma coisa é gostar de futebol, outra é o olhar dos repórteres e comentaristas travestidos de garoto-propaganda que enxergam na sua frente apenas o lucro das empresas e dos envolvidos.

Mestre, meu amigo de caminhada, também não vê problema na extinção dos estaduais e sim um alívio porque tem muito jogador ruim que deveria estar fazendo outra coisa na vida. Ele esquece que nos campeonatos regionais são revelados muitos bons jogadores.

Ninguém da CBF diz que é contra, até porque seria um contrassenso, mas é evidente que esse processo de elitização do futebol encontra guarida na própria Confederação, nos grandes clubes e nas redes de televisão, que fazem do mercado a sua estrela guia.

Resta aos 555 clubes irem morrendo aos poucos. Para acentuar o processo de elitização, a CBF há 10 anos não publica o Cadastro Nacional de Clubes. Publica o ranking dos clubes que disputam as competições promovidas por ela. Farinha pouca meu pirão primeiro.