PUBLICIDADE

Ação de fiscais gera incômodo na hotelaria

19:38 | 14/04/2019

A ação de fiscais da Prefeitura em busca de verificação de documentos no Hotel Sonata, às 23 horas do último sábado, depois das comemorações do aniversário de Fortaleza, gerou incômodo no setor.

Ontem, a ABIH Nacional e a Abrasel publicaram nota de desagravo, se solidarizando com a proprietária do estabelecimento, Ivana Bezerra, também presidente da entidade turística Visite Ceará. Abav e Sebrae também se manifestaram.

Em função da repercussão da ação, amanhã, às 10 horas, haverá reunião na Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) para discussão do caso, que deve ser encaminhado à corregedoria.

A empresária, considerada por seus pares um dos modelos do setor, tem assumido a liderança de vários projetos e ressalta ter a documentação em dia. Através das redes sociais, ela informou que pagou R$ 4 mil porque o funcionário do hotel não achou a documentação na hora.

E fica a pergunta: é razoável a fiscalização sobre documentos na madrugada de um sábado?

CONTROLES DE AMBULANTES

A fiscalização feita na madrugada, sem uma motivação de urgência ou risco, com ação até da Polícia, em um estabelecimento considerado padrão, gerou outro incômodo também em relação aos ambulantes na Beira Mar. Empresários perguntam a razão de um controle tão rígido dos estabelecimentos formais, enquanto o controle sobre a atuação dos ambulantes não parece tão severo.

Voltamos à pergunta: qual a cidade que queremos? É necessário controle e fiscalização em todas as áreas, mas é preciso também manter o princípio da razoabilidade.

asfalto
asfalto

AÇÕES PARA MELHORIA DO ASFALTO

As chuvas denunciam a necessidade de melhoria na infraestrutura das cidades. No caso de Fortaleza, a qualidade do asfalto é mais uma vez posta em xeque. Estudos estão sendo realizados por pesquisadores da Universidade Federal do Ceará, em parceria com empresas, na tentativa de melhorar a qualidade do asfalto. O líder do Núcleo de Infraestrutura da Fiec, Heitor Studart, explica que o masterplan, que está sendo realizado, inclui melhorias no material utilizado nas vias e sugestões para os futuros processos de licitação.

CRESCIMENTO DO LUCRO

A Delta Air Lines apresentou aumento de 28% no lucro neste primeiro trimestre. O bom desempenho motivou um aumento das expectativas de desempenho para o ano. Somente para o segundo trimestre, a projeção de expansão da margem de lucro é de 6% a 8%.

INSCRIÇÃO VIRTUAL

A inscrição estadual de empresas na Sefaz, através de plataforma digital, só funcionará em maio. O início dos processos online estava previsto para este mês, mas a data de uso do Portal de Serviços do Integrador Estadual, criado pela Jucec, teve de ser adiada.

Prorrogação de Incentivos

Pelo menos uma boa notícia para o setor de construção civil. O plenário da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 888/19, que prorroga incentivos tributários para construtoras dentro do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV). O projeto pode favorecer a retomada de empregos na área.

REDUÇÃO DE EXPECTATIVAS

O setor de serviços, que junto com o comércio movimenta quase 70% da economia do Ceará, está refazendo suas projeções para 2019. A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) trabalhava inicialmente com uma expectativa de crescimento de 2%. Como a economia ainda não destravou, os indicadores foram revistos e um resultado menor é esperado, com elevação de 1,7% nos índices.

O documento, publicado sexta-feira, com base em resultado da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgada pelo IBGE, indica a decepção diante do ritmo das atividades do setor.

Detalhe: o destaque negativo foi a área de transportes (que recuou 2,6% em fevereiro em relação a janeiro).

Neila Fontenele