PUBLICIDADE

Sinal verde, pode passar!

01:30 | 09/06/2019
BY FAR
BY FAR

As coisas do dia a dia, me inquietam. São elas que dão sentido ao meu, ao seu, ao nosso particular. Outro dia, mamãe, que descobriu a Netflix, disse: "todo design tem verde". Referiu-se às plantas no décor destes mil e um programas via streaming. Fiquei com isso na cabeça, do verde, e ele vivo. Das bandas de lá, do Instagram, juntei o lê com o crê, como diria um professor meu de Economia, Economia? Pois é. Tudo está conectado. As Ciências Sociais também ajudam, na pesquisa de moda, sabia? Até as artes. Mas onde vim parar mesmo, se estava no Instagram? O efeito, de quem loga nele e na Netflix, é parecido. A gente quase que se perde, mas se acha depois. Achei uma infinidade de coincidências fashion, todas me levaram ao verde, aqui, um fio condutor. Fui parar na web (eu não! A pesquisa). No site da Pantone, a confirmação: a natureza vive. É remasterizada, com cara de cara, é personalizada. Nos chama a um recomeço. A nos reconectar, com ela e as artes, com o belo e natural. Espie moodboard! É seu!

Pleasure Garden, no clique de Drew Vickers
Pleasure Garden, no clique de Drew Vickers

Jardim secreto

Quer algo mais lindo e harmônico, tá, por vezes, bem inusitado, ainda belo, que as cores de uma flor? E muitas delas reunidas? Cola no @brrch_floral. Será seu novo método de estudo das cores para os looks. Só associar.

TAGS