PUBLICIDADE

Lúcio Brasileiro

01:30 | 07/06/2019

Com (reconheço) injustificado atraso, assinalo apenas hoje a partida de Fernando Dias Macêdo.

Confesso que passei a gostar dele via sua adorável mulher Helena, de quem logo me tornei amigo.

Mas depois descobri a boa pessoa que era, e então me liguei por ele mesmo e apreciei sua gaitada, que nada tinha de ironia.

Frequentei a casa onde hoje acontece o Del Paseo, levantado pela família, que mais tarde passou adiante.

Por duas vezes, o representei, numa viagem Paris-Estocolmo e no Prêmio Air France de Teatro, no Rio.

Era o caçula do clã de "seu" Manuel, nascido no Piauí e amadurecido em Camocim, que assim fica sem ninguém vivo para contar a história.

Anfitriolos do Colóquio Jangada Clube, Álvaro e Laíse Carvalho. (By Evando)

DE LONGE PARA PERTO

Maior alegria do educador Oto de Sá Cavalcante, no natalício, foi presença dos cinco filhos no Ari de Sá.

Inclusive os dois de São Paulo, que reviram, assim, o colégio onde estudaram.

GRANDE PRA GRANDE

Marquise era quem limpava Caucaia.

Face tamanho do município, merece que volte.

URNA NA ACI

Salomão de Castro é candidato único, hoje, à recondução na Associação Cearense de Imprensa.

Mesmo assim, escreveu pros eleitores, transmitindo algumas de suas realizações, Casa do Jornalista, Mar de Leituras e Rádios Antigos.

Além da ampliação dos relacionamentos com entidades afins.

BICOS DE PENA

Marta e Hipólito Monte já marcaram dia para reaver Portugal, onde moram em Sintra, 3 de dezembro .... Homem de cinema, que chegou até a possuir uma casa exibidora, o Old Metrópole, por trás do Coração de Jesus, Maurílio Arraes teve seus 85 festejados pela mulher, Maria Ferreira, em termos intimíssimos .... Pela primeira vez, Armenuhí e Paulo Sérgio trouxeram pro Varandas os três perritos de uma vez, Chanel, Dior, Pandora, e como eu estava também, deu empate.

BON MOT

A cura da monotonia é a curiosidade. Não há cura para a curiosidade. (Ellen Parr)

 

TAGS