PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Antifascismo além da reação

00:30 | 15/12/2020

No Brasil, diversas pessoas tem se posicionado contra manifestações de cunho fascista nas últimas semanas, ao mesmo tempo que acontecem protestos contra racismo pelo mundo. As discussões em torno destas questões no entanto não são recentes.

É importante neste momento de crise mundial não esquecer quem é mais afetado por ela. O racismo e discriminação institucionais são problemas presentes no alicerce da construção da nossa sociedade.

O movimento negro brasileiro, periférico, indígena, feminista, lgbt e tantos outros que se constituem em minorias que se atravessam. Sua luta conquistou direitos importantes para o avanço de todo o país, mas seguem em constante ameaça. Ser antifascista e anti racista não pode ser apenas reação, mas uma forma de viver e se fazer ouvir no mundo todos os dias.

TAGS