PUBLICIDADE

Jornal do Leitor: Amores da vida

01:30 | 21/01/2020

Aos 13 anos, ele recusou um beijo de uma colega de escola que o achava bonito. Ele acreditava que existia, em algum lugar, o "grande amor da vida". E não era ela. Foi crescendo, conhecendo várias meninas legais, tentou se envolver com algumas delas, mas desistiu ao não sentir o 'algo a mais' após dar um beijo de 5 segundos.

Já adulto, passou um filme em sua cabeça das várias oportunidades que perdeu. Poderia ter se aventurado em paixões que porventura seriam o seu amor. Percebeu que em sua vida toda não permitiu se apaixonar. Se deu conta que, talvez, até tivesse conhecido o "grande amor da vida", mas que devemos aproveitar os amores da vida. Eles são muitos. O tempo passa e você nem percebe.

 

Israel Morison

TAGS