PUBLICIDADE

Neutralidade

23:32 | 10/01/2020

Parlamentares defendem que o Brasil adote postura neutra em relação ao embate entre os Estados Unidos e Irã. Após o ataque que matou o comandante militar iraniano, Qassim Soleimani, o presidente Jair Bolsonaro se alinhou ao EUA. O Itamaraty, em nota, manifestou "apoio à luta contra o flagelo do terrorismo". À Coluna, o presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, senador Nelsinho Trad (PSD-MS), afirma que o Brasil não “deve tomar nenhum lado nesse conflito”.

ONU

Para Trad, o Brasil deve se tornar um aliado da Organização das Nações Unidas (ONU) e procurar promover ações no sentido de se buscar a paz e o entendimento.

Repercussão

O senador adianta que as repercussões econômicas do conflito serão analisadas pelo colegiado assim que o Senado retomar os trabalhos, em fevereiro.

Brumadinho

 

A mineradora Vale garante à Coluna que estão em dia os pagamentos de benefícios aos atingidos, direta e indiretamente, pelo rompimento da barragem em Brumadinho. Diz ainda que eventuais atrasos serão analisados.

 

Anvisa

 

O presidente Jair Bolsonaro encaminhou ao Senado a indicação de Antônio Barra Torres para o cargo de presidente da Anvisa. Em dezembro, com voto de Barra, a agência barrou a liberação de plantio de maconha para fins medicinais.

 

Sabatina

Alinhado aos ministros Osmar Terra, da Cidadania, e da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, Antônio Barra terá que passar por sabatina na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) e no plenário. No Senado, tramita projeto (PLS 514/17), já aprovado pela CAS, que descriminaliza o cultivo da maconha para uso terapêutico.

 

 

Airbnb

No pico das férias de verão, usuários têm reclamado de instabilidades na plataforma de aluguéis Airbnb. À Coluna, assessoria diz que o site está funcionando normalmente e vai averiguar se houve “períodos de instabilidade”.

Secreto

 

A CPI das Fake News encaminhou ao Facebook no Brasil solicitação para que os dados do grupo "Secreto2 G.O" sejam preservados.

Ataques

O pedido foi enviado após o depoimento da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP). Segundo a parlamentar, integrantes do tal grupo coordenavam a criação e propagação de ataques e fake news nas redes sociais contra opositores do governo Jair Bolsonaro.

Renovação

Acusado de desviar R$ 143 milhões da saúde, o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), deixou o comando estadual do partido. “Necessidade estatutária de renovação”, alega a legenda que passa a ser presidida pelo deputado Gervásio Maia.

 

Walmor Parente